No roteiro escrito por Gustavo Vaz, um casal recém-separado e isolado pela pandemia global do COVID-19 tenta resolver o possível final da relação através da troca de áudios pela internet. A imaginação dos personagens transforma cada mensagem sonora na sensação de presença de quem está distante, num encontro impossível com o outro que não está ali.

A partir da pesquisa iniciada em 2012 pela ExCompanhia de Teatro, Débora e Gustavo estão criando, produzindo, gravando e editando a série dentro do apartamento onde passam a quarentena. A websérie conta com 10 episódios, sendo 5 na perspectiva em vídeo do personagem ELE e 5 na perspectiva em vídeo da personagem ELA.

No projeto, os personagens conversam entre si a cada dois episódios, como se um sempre respondesse ao outro. No roteiro, o público que ouve a cena em primeira pessoa está sempre no lugar do personagem que escuta o outro, fazendo com que os participantes vivenciem um importante movimento de empatia e uma profunda sensação de experiência de encontro, ambos fundamentais nos tempos atuais.

A websérie dura 5 semanas, com dois episódios novos a cada segunda-feira sendo veiculados no site GSHOW da Rede Globo, e às quintas-feiras nas redes sociais de Gustavo e Débora, sendo o primeiro episódio postado às 21h e o segundo – a resposta do outro personagem – às 21h30. Ainda nas redes sociais dos artistas (@gustavo_vaz e @deborafalabellaofical) durante as 5 semanas, os seguidores poderão acompanhar uma dramaturgia exclusiva para o Instagram, como fotos e textos trocados pelos personagens da trama, antes e durante a pandemia, reforçando o caráter transmídia do projeto.

Serviço

Disponível em https://gshow.globo.com/series/se-eu-estivesse-ai/

Compartilhe!