O Portal da Arte Brasileira

Veronica Einlotf realiza a exposição “Translúcido” no Studio e Ateliê

0 10

“Translúcido”, que fica em cartaz até 19 de junho no Studio e Ateliê, pontua a segunda coleção de um acervo artístico sólido e apresenta 25 obras, da artista Veronica Einlotf. Produzida com diferentes e diversos elementos como pedras, espelhos, vidros, incensos, metais, flores, entre outros, a coleção é um chamado da artista para o futuro, ao mesmo tempo que clama e conduz o espectador para olhar seu interior.

Em um diálogo silencioso, a simbologia de suas criações remete ao intangível nascer do sol, da lua, dos anéis de saturno. Obras cujas formas subliminarmente emitem mensagens de outros tempos, outros mundos que não necessariamente o nosso.

A natureza e o universo tão reais, mas ainda tão desconhecidos, são palco inspirador para a artista cuja sensibilidade foi ainda mais intensificada durante o maior período de introspecção ao qual foi submetida: o ano de 2020. Desse ócio criativo nasceu a coleção e trouxe para Veronica um novo questionamento: “como estamos nos reconstruindo?” Para ela não há dúvidas que a única forma de alcançar uma conexão regeneradora entre todos, é por meio da natureza, que nos permite contemplar a nós mesmos a partir de nossas ações. As escolhas que se perpetuam em “Translúcido” vieram de uma conexão interior pautada na esperança, mas também a partir da sua observação na natureza, até mesmo a matéria orgânica seca, presente em flor. Viva, mesmo após sua morte.

Post Patrocinado

Novos materiais, escalas e processos diminuíram fisicamente o tamanho de suas peças, e ampliaram profundamente sua mensagem. O vidro, o espelho, a palha trançada, abrem espaço para um olhar curioso que quer ver através. Em “Amuletos”, as obras contemplam sua já conhecida linha de esculturas de parede, nesta coleção, agora com elementos naturais que nos permitem interagir com as obras através do reflexo no espelho, com um arranjo de flor ou com a energia de uma pedra.

“Rituais” apresenta obras de pequena escala que representam templos, espaços íntimos de concentração energética. Criados com pedras, mini-esculturas, incensos e materiais orgânicos, são obras com as quais a interação humana é essencial para criar história. Já “Égide” representa tudo aquilo que protege ou ampara. É inspirada pela ideia de unir forças entre o homem e a natureza. Uma linha minimalista de esculturas de parede com arranjos de flores. É intrínseca a importância do homem no reino da natureza mostrando as complexas interações entre ambos, exibindo as lutas por poder, equilíbrio e perpetuação.

Veronica Einloft, 38 anos, é brasileira e mora em Londres, cidade que a conectou consigo mesma e expandiu seu repertório e conhecimentos artísticos. Construiu sua trajetória com base na sua paixão pelo processo, pela matéria e pelo objeto. Formada em Design de Interiores pela Universidade de Artes de Londres e pela Escola Panamericana de Artes, em São Paulo, já teve seu trabalho exposto no Consulado Brasileiro em Los Angeles, Casa Cor SP, Casa Cor ES, Leilão Beneficente ARCAH e Ornare, Leilão Beneficente Américas Amigas e Ornare, em NY, Parque Burle Marx, dentre outras.

Serviço

Local: Studio e Ateliê – Rua Ribeiro da Vale, 349. Brooklin. São Paulo – SP.

Visitação: Até 19/6.

Agendamento de visitação: 44 0736646 4004 (WhatsApp).

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

X