O Portal da Arte Brasileira

Temporada de Férias On-Line do Theatro Municipal do Rio de Janeiro traz exposição em e-book sobre Tatiana Leskova

0 9

Uma grande artista que dedicou 40 anos de sua trajetória ao Theatro Municipal do Rio de Janeiro. A bailarina e coreógrafa francesa, de ascendência russa, Tatiana Leskova é a homenageada na exposição virtual em formato de e-book da Série “Coreógrafos no Municipal”.

No meio da dança, ela é conhecida como Dona Tânia, já que na Rússia Tânia é um diminutivo carinhoso para quem tem o nome de Tatiana. Muito exigente, a lendária bailarina e coreógrafa foi uma profissional e tanto na carreira de inúmeros profissionais.

Leskova iniciou os estudos de balé aos 10 anos e aos 14, iniciou a carreira profissional como estagiária no Opera Comique de Paris. Aos 17 anos, passou a integrar o Original Ballet Russo, uma das principais companhias de dança do mundo, chegando em Londres às vésperas da eclosão da Segunda Guerra Mundial.  

Post Patrocinado

Entre 1939 e 1944, permaneceu na Companhia, atuando como uma das principais estrelas em turnês na Austrália, Estados Unidos e América do Sul. Em 1944, resolveu morar no Rio de Janeiro, passando a dançar no Cassino Copacabana. Com o fechamento dos cassinos no Brasil, Tatiana criou o Ballet Society, que reunia vários jovens bailarinos. Em 1950, Tatiana se vincula profissionalmente ao Theatro Municipal, iniciando carreira como maître e coreógrafa do Corpo de Baile.  Durante os seus oito anos de gestão, inúmeras inovações foram adotadas e, graças ao trabalho árduo junto aos bailarinos, Tatiana fez do Municipal um grande celeiro de jovens e talentosos bailarinos, tornando célebre e respeitável internacionalmente o Ballet do Theatro.

Tatiana coreografou grandes produções, como as óperas “Izaht “(1952) e “Descobrimento do Brasil” (1960, juntamente com Eugenia Feodorova e depois em 1961, 1970, 1971, 1974 e 1987), de Villa-Lobos; o bailado “O Espantalho” (1954), de Francisco Mignone , “O Galo de Ouro”, versão de M. Fokine, em 1963; a primeira apresentação completa de Giselle, em 1951, com a própria Tatiana protagonizando o espetáculo, e suas diversas remontagens no Municipal.

Os mais recentes trabalhos no TM foram: Sagração da Primavera (2013) e Les Sylphides/Raymonda/Sagração da Primavera (2015).

Serviço

E-book no site: www.theatromunicipal.rj.gov.br

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

X