Espetáculo revela opiniões de três mulheres sobre o principal centro de tortura da ditadura chilena, a Villa Grimaldi. 

 

A memória coletiva sobre a Ditadura Militar no Chile (1973-1990) é tema do espetáculo Villa, do premiado dramaturgo e diretor chileno Guillermo Calderón.

Na trama, três mulheres avaliam diferentes propostas sobre o que fazer com a Villa Grimaldi.  Em torno de uma mesa, elas discutem dilemas atuais de organizações de direitos humanos e o presente dos espaços ligados à violência do Estado.

O texto fala sobre os espaços de memória, aquilo que se escolhe como memória e o que  se aprende como memória coletiva de um povo.

Texto: Guillermo Calderón.
Direção: Diego Moschkovich.
Elenco: Flávia Strongolli, Rita Pisano e Angela Ribeiro. 

Serviço:

Classificação: Livre

Temporada: Até 24/11.

Dias: Quinta a sábado, 20h30. Feriado às 18h.

Ingressos: R$ 25,00 (inteira). R$ 12,50 (meia entrada).

Local: Sesc PinheirosRua Paes Leme, 195.

Informações: Tel.: 11 3095.9400.

Compartilhe!