O espetáculo “O que só passarinho entende” faz temporada no Teatro Cesgranrio de 6 a 29 de março. A montagem da Cia Cobaia Cênica de Rio do Sul, é encabeçada pelo ator pernambucano Samuel Paes de Luna. A peça conta a história de uma personagem que vive no Vale do Jequitinhonha, no interior do estado de Minas Gerais, mesclando com memórias de sua própria história em sua terra natal: Limoeiro. O espetáculo apresenta, de maneira lúdica e poética, a singularidade de uma mulher que, apesar de marcada pelas intempéries da vida, carrega a convicção de que o real valor e beleza de sua existência estão no conhecimento empírico, diretamente ligado à natureza.

Baseado no conto Totonha, do livro Contos Negreiros do autor também pernambucano Marcelino Freire, e inspirado na obra de Manoel de Barros, o texto de Agatha Duarte questiona os reais valores do ser humano, aquilo que realmente é necessário para estarmos em harmonia onde e com quem vivemos, e faz um contraponto necessário ao comportamento do homem contemporâneo.

A peça o que só passarinho entende, dirigida pelo ator e diretor riosulense Thiago Becker, transpõe para a cena um cotidiano simples, explorando a poesia de uma maneira singela de se viver, sem deixar de mergulhar fundo numa realidade que diz respeito a toda sociedade, abordando questões como a solidão, o abandono, a seca e o conhecimento popular em contraponto ao erudito.

Foto: Tiago Amado.

Ficha Técnica

Dramaturgia: Agatha Duarte.

Direção: Thiago Becker.

Elenco: Samuel Paes de Luna.

Serviço

Local:  Teatro Cesgranrio – Rua Santa Alexandrina, 1011 – Rio Comprido – Rio de Janeiro.

Temporada: 6 a 29/3. Sexta e Sábado, 20h. Domingo, 19h.

Ingressos: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia-entrada).

Classificação: 10 anos.

Compartilhe!