O espetáculo “Frida Kahlo – A deus tehuana” encerra temporada dia 16 de fevereiro no Teatro Maison de France. O monólogo desconstrói o mito da pintora mexicana para mostrar uma Frida mais humana, sem esteriótipos. A peça é livremente inspirada no diário e na obra da artista, mostrando fragmentos da vida e do pensamento de uma mulher à frente do seu tempo. 

A direção é de Luiz Antonio Rocha, com atuação de Rose Germano e texto escrito pela dupla. Frida Kahlo pintou sua própria face um sem número de vezes no corpo de uma obra intensamente autorreferenciada. Teatralizou a sua própria existência, foi a expressão maior de luta e superação mesmo trazendo consigo as maiores dores – físicas e existenciais. No lugar do luto, vestiu-se de cores.

Foto: Renato Mangolin e Carlos Cabéra.

Ficha técnica

 Texto: Luiz Antonio Rocha e Rose Germano.

Direção: Luiz Antonio Rocha.

Elenco: Rose Germano.

Serviço

Local: Teatro Maison de France – Avenida Presidente Antônio Carlos, 58 – Centro – Rio de Janeiro.

Temporada: Até 16/2. Sexta a domingo, 19h.

Ingressos: R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia-entrada).

Classificação: 16 anos.

Compartilhe!