A Cia. do Sopro apresenta, no Teatro Poeirinha, o espetáculo solo “A Hora e a Vez de Augusto Matraga”. A partir da obra de João Guimarães Rosa, o ator Rui Ricardo Diaz adaptou e protagoniza o monólogo. Minimalista, a peça relata quando, depois de cair na emboscada liderada por Major Consilva, Nhô Augusto é dado como morto. Socorrido por um casal, consegue sobreviver. Quando se recupera, vai viver longe do Murici e decide dedicar sua vida ao trabalho, à penitência e à oração. Depois de anos de reclusão, no povoado do Tombador, decide partir. 

O destino o leva ao Arraial do Rala-Côco, onde o reencontro com o amigo e poderoso cangaceiro, Seu Joãozinho Bem-Bem, provoca nova reviravolta em sua vida. Guimarães captou como ninguém toda lógica comportamental e prosódica do homem dos interiores do Brasil. Em 2015 o trabalho foi contemplado com o Prêmio Zé Renato, realizando nova temporada em São Paulo.

Foto: Bob Sousa.

Ficha Técnica

Adaptação e atuação: Rui Ricardo Diaz, a partir do conto “A Hora e Vez de Augusto Matraga”, de João Guimarães Rosa. 

Direção e Figurino: Antonio Januzelli.

Serviço

Local: Teatro Poeirinha – Rua São João Batista, 104 – Botafogo – Rio de Janeiro.

Temporada: 28/2 a 12/4. Sexta e sábado, 21h. Domingo, 19h.

Ingressos: R$ 60,00 (Inteira) e R$ 30,00 (Meia-entrada). 

Classificação: 16 anos.

Compartilhe!