[Teatro – RJ] “Aracy”, solo ficcional de Flávia Milioni, reestreia em 22 de agosto no Teatro Poeirinha

[Teatro – RJ] “Aracy”, solo ficcional de Flávia Milioni, reestreia em 22 de agosto no Teatro Poeirinha

A partir de 22 de agosto, o Teatro Poeirinha receberá o espetáculo “Aracy”, solo ficcional de Flávia Milioni. Investigando a misteriosa história de sua avó materna através dos rastros deixados por ela, a atriz e autora deparou-se com as consequências devastadoras do patriarcado na vida das mulheres.

Descobriu, entre outras coisas, que os sobrenomes possuem origem absolutamente oriunda dos pais e dos demais antecessores masculinos – o que faz com que todas as mulheres sejam anuladas com o passar do tempo.

Aracy se matou em 1954, aos 26 anos de idade. Para lançar luz a uma história trágica e infelizmente não tão rara, a peça mergulha em temas comuns a todas as mulheres, como o machismo e o patriarcado estruturais e suas consequências.

Debruçada sobre uma história real e de foro íntimo, a montagem se vale da autoficção, que também foi objeto de pesquisa de Flavia em seu mestrado. Evocando uma memória inventada, a relação de avó e neta que nunca existiu, o espetáculo cria um resgate de um laço ancestral, já que representa o apagamento existencial das mulheres na sociedade e apresenta um assunto tido como tabu ainda nos dias atuais.

Serviço

Local: Teatro Poeirinha –  Rua São João Batista, 104 – Botafogo – Río de Janeiro.

Temporada: 22/8 a 8/9. Quinta a sábado, 21h. Domingo, 19h.

Ingressos: R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia-entrada).

Classificação: 14 anos.

Sem comentários

Insira um Comentário