O Grupo Pandora de Teatro estreia “Comum”, dia 30 de agosto, sexta-feira, 21h30, no Sesc Belenzinho. Com texto e direção de Lucas Vitorino, as apresentações integram a programação da exposiçãoMeta-Arquivo 1964-1985 – Espaço de Escuta e Leitura de Histórias da Ditadura.

A peça é formada por fragmentos de três histórias que se relacionam e se complementam. A primeira se passa no final dos anos 80, quando um jovem precisa passar por diversos obstáculos e conflitos para descobrir a verdade sobre o desaparecimento de seus pais, envolvidos com atividades de movimentos revolucionários na época da ditadura militar. A segunda, inspirada nos coveiros da peça Hamlet, de William Shakespeare, se passa nos anos 70 e retrata de forma cômica o universo de dois coveiros que recebem uma estranha tarefa: cavar uma vala enorme, de tamanho desproporcional. A terceira é a história de Beatriz Portinari e seu namorado. O casal é retratado desde o primeiro encontro, as atividades políticas na faculdade em pleno período da ditadura militar, até a transformação dela em uma integrante do Movimento Estudantil com seus ideais, contradições, sua prisão e o nascimento de seu filho.

 

Ficha Técnica

Criação: Grupo Pandora de Teatro.

Texto e Direção: Lucas Vitorino.

Elenco: Filipe Pereira, Rodolfo Vetore, Rodrigo Vicente, Thalita Duarte e Wellington Candido.

 

Serviço

Local: Sesc Belenzinho – Rua Padre Adelino, 1000 – Belenzinho – São Paulo

Temporada: 30/8 a 15/9. Sextas e sábados, 21h30. Domingos, 18h30.

Ingressos: R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (meia-entrada) e R$ 6,00 (Credencial Sesc).

Classificação: 14 anos.

Informações: (11) 2076-9700.

Compartilhe!