O Grupo Magiluth ocupa o Sesc Avenida Paulista a partir de 26 de março, terça-feira, com uma programação especial em comemoração aos 15 anos da trupe. Composta por duas oficinas, um bate-papo aberto ao público e três espetáculos, sendo dois do repertório e um inédito, a ocupação revisita a história do grupo, natural de Recife.

A peça inédita “Apenas o Fim do Mundo”, escrita em 1995 pelo dramaturgo francês Jean-Luc Lagarce, inaugura um marco na história do grupo. Com uma estrutura de tempo não-lógica (as personagens têm dificuldade, por exemplo, de entender se o tempo que passou tratou-se de um dia ou de anos), a peça tem direção de Giovana Soar, que também é a tradutora do texto, e Luiz Fernando Marques (Lubi), do grupo XIX de Teatro. A participação dos dois diretores se justifica pelo modo colaborativo e horizontal com que trabalham, características presentes em todos os trabalhos do grupo Magiluth.

Lubi e Giovana também trabalharam em outras montagens do grupo que farão temporada paulistana. “Aquilo Que Meu Olhar Guardou Para Você”, de 2012, conta com o olhar delicado e propositivo trazido por Lubi, nas palavras de Giordano. Com texto fragmentado, a peça traz no enredo diversas situações em que o homem se insere num local diferente do de origem, um olhar de fora para cidades que muitas vezes são marcadas apenas pelo senso comum.

Já “Dinamarca”, de 2017, é um espetáculo inspirado na tragédia Hamlet, de William Shakespeare. O texto aposta em uma série de abordagens, leituras e caminhos propostos pela obra. Para Giordano, a assessoria de Giovana Soar auxiliou na fluidez e naturalidade do texto. Agora, na direção simultânea de “Apenas o Fim do Mundo”, que contou com encontros do grupo com os diretores em São Paulo, Recife e Curitiba, Giordano destaca a potência dessa união de olhares.

Completam a ocupação duas oficinas: o Construindo a Cena, que propõe um desenvolvimento das experimentações usadas pelo grupo em cena (26 de março a 10 de abril) e a oficina Jogo Total, que apresenta aos participantes alguns dos procedimentos teatrais mais utilizados pela companhia (dias 17, 18 e 20 de abril).

Serviço 

Local: Sesc Avenida Paulista – Avenida Paulista, 119 – Bela Vista – São Paulo.

Espetáculos

“Aquilo que meu olhar guardou para você”

Temporada: 28 a 31/3. Quinta a sábado, 21h. Domingo, 18h.

Classificação: 18 anos.

Ingressos: R$ 30,00 (inteira), R$ 15,00 (meia-entrada) e R$ 9,00 (credencial plena).

 

“Dinamarca”

Temporada: 4 a 7/4. Quinta a sábado, 20h30. Domingo, 17h30.

Classificação: 18 anos.

Ingressos: R$ 30,00 (inteira), R$ 15,00 (meia-entrada) e R$ 9,00 (credencial p).

“Apenas o fim do mundo”

Temporada: 11/4 a 5/5 (exceto 19 de abril). Quinta a sábado, 21h. Domingos e feriados, 18h.

Classificação: 18 anos.

Ingressos: R$ 30,00 (inteira), R$ 15,00 (meia-entrada) e R$ 9,00 (credencial plena).

 

Oficinas

Desenvolvimento de experimentações Construindo a Cena.

Data: 26/3 a 10/4. Terça a sexta, das 14h às 17h.

Ingressos: Grátis.

 

Oficina Jogo Total.

Data: 17, 18 e 20/4. Quarta, quinta e sábado, das 14h às 18h.

Ingressos: Grátis.

 

Bate-papo Os últimos 15 anos de teatro no Nordeste.

Com: Grupo Magiluth, Fernando Yamamoto (Cia Clowns de Shakespeare) e Ivana Moura (pesquisadora de teatro).

Data: 17/4. Quarta-feira, 20h30.

Ingressos: Grátis.

 

Informações: (11) 3170-0800.

Compartilhe!