[Teatro] Espetáculo “Para os dois lados” estreia em 14 de março no Viga Espaço Cênico

[Teatro] Espetáculo “Para os dois lados” estreia em 14 de março no Viga Espaço Cênico

Espetáculo com dramaturgia de Vinícius Garcia Pires e direção de Mario Spatizziani é a nova montagem do Núcleo Descerimonioso de Teatro. 

“Para os dois lados”, com dramaturgia de Vinícius Garcia Pires e direção de Mario Spatizziani é o novo trabalho do Núcleo Descerimonioso de Teatro, que tem como ponto de partida a crise da empatia no ser humano contemporâneo. O espetáculo estreia em 14 de março, às 21h, no Viga Espaço Cênico. A curta temporada segue até 29 de março, com sessões aos sábados, às 21h e domingos, às 19h. Os ingressos custam R$40.

A partir do atropelamento de um homem, quatro figuras dedicam-se a tarefa de reconstruir sua história partindo de sua aparência, suas roupas, a posição do corpo, uma marca na sola de seu tênis… O que teria vivido esse homem? Por que isso aconteceu? Quem era ele? Quais os possíveis motivos que o levaram à aquela situação? Qual a última imagem captada pela sua retina? A tentativa de responder questões como essas revela mecanismos narrativos dessas quatro figuras que fantasiam, irresponsavelmente, a partir do fato de um homem ter sido atropelado, criando assim uma falsa empatia desconectada da história real deste homem que permanece desconhecida.

Em uma encenação não realista, o homem atropelado e inconsciente também fala, seguindo o que restou de sua memória, com a finalidade de encontrar suas próprias respostas.

“Para os dois lados” contrai a relação da verdade dos fatos e suas possíveis interpretações motivadas por anseios e crenças individuais daquele que toma conhecimento de um acontecimento, mas o recria através de sua narrativa tendenciosa, oportunista, ignorante e/ou irresponsável.

A peça pode ser compreendida como um convite para a reflexão sobre nossos próprios mecanismos narrativos e o perigo da ressignificação de fatos para atender aos nossos interesses e nossa sede por pertencimento, legitimidade ou puro entretenimento.

 

Sobre o Núcleo Descerimonioso de Teatro

Fundado em 2014, pelos atores Elaine Lopes e Caio Freire, o Núcleo Descerimonioso de Teatro iniciou sua trajetória com o processo de criação coletiva inspirado na estética da obra de Pina Bausch e a relação do teatro com a dança, gerando o espetáculo “Amor Fragmentado em 70 minutos”, que cumpriu temporada no Teatro Commune e foi selecionado para o Festival de Teatro da Cidade de São Paulo. No ano seguinte, instigados pela pesquisa sobre o teatro documental, iniciaram o processo colaborativo que resultou no espetáculo “Apenas um (re)trato de família”, com orientação de Luiz Fernando Marques Lubi, realizando temporadas na Escola Livre de Teatro (Santo André) e no Teatro Viga Espaço Cênico (São Paulo). Em 2016, iniciou uma nova pesquisa de linguagem sobre a relação da cena com espaços não convencionais e contou com o apoio do espaço Habitat Cultural para o desenvolvimento da investigação inspirada pela dramaturgia de Tennessee Williams que culminou na montagem “Experimento Tennessee”.

 

Ficha Técnica

Dramaturgia: Vinicius Garcia Pires.

Direção e concepção geral:  Mario Spatizziani.

Elenco: Beatriz Belloti, Caio Freire, Elle Henriques, Paulo Maeda e Thiago Marques.

Figurino: Angela Ribeiro.

 

Serviço

Local: Viga Espaço Cênico – Rua Capote Valente, 1323 – Pinheiros – São Paulo (Próximo ao Metrô Sumaré).

Temporada: 14 a 29/3. Sábados, 21h. Domingos, 19h.

Ingressos: R$40 (inteira) e R$20 (meia-entrada).

Classificação: 12 anos.

Informações: (11) 3801-1843.

Sem comentários

Insira um Comentário