O espetáculo “AI-5: uma Reconstituição Cênica” volta aos palcos dia 14 de junho para temporada no Teatro Arthur Azevedo. Escrita e dirigida pelo dramaturgo Paulo Maeda, a peça pretende proporcionar uma reflexão sobre a fase mais sangrenta do regime ditatorial civil-militar brasileiro. No dia 13 de dezembro de 1968, em uma reunião entre os ministros do Conselho de Segurança Nacional e o então presidente da República, General Arthur da Costa e Silva, era aprovado o Ato Institucional nº 5, que traria graves consequências às liberdades individuais no país.

Áudios das falas dos governantes, gravados na ocasião e disponibilizados pela Comissão da Verdade, são usados como dramaturgia. No texto, Maeda pretende criar um diálogo direto com o público para que todos tenham acesso às palavras que foram ditas durante a reunião, explicitando a crueldade de uma democracia sufocada para com as pessoas.

Serviço

Local: Teatro Arthur Azevedo – Avenida Paes de Barros, 955 – Mooca – São Paulo.

Temporada: De 14/6 a 14/7. Sexta e sábado, 21h. Domingo, 19h.

Ingressos: R$ 30,00.

Classificação: 14 anos.

Informações: (11) 2604-5558.

Compartilhe!