Escrita em 1983, a peça de teatro é dirigida por Cyril Desclés e potencializa em seus oito personagens um cenário de desigualdade e corrupção.

Estreia em 6 de setembro, sexta-feira, 20h, o espetáculo “Cais Oeste”, no Sesc Santo Amaro. A peça cumpre temporada até 13 de outubro, sextas, 20h, sábados, 19h e domingos, 18h. Após 30 anos da morte de Bernard-Marie Koltès, seu texto volta para apresentações no teatro brasileiro.

A história gira em torno de Koch, um empresário que decide se suicidar em um galpão abandonado às margens de um rio. Em seu carro luxuoso, o personagem chega à cidade portuária disposto a tirar a própria vida após ter desviado dinheiro. Nesse ambiente, ele encontra imigrantes e moradores de rua em uma situação oposta.

Esse encontro entre oito personagens em um galpão – este inspirado em um imóvel em desuso que se localizava na cidade de Nova York na década de 1980 – traz para obra de Koltès o choque entre as diferentes classes sociais e desperta um sentimento de contradição.

O texto misterioso e que se aproxima de um romance policial investiga as nuances de Koch, mas também das outras pessoas que estão no galpão.

 

Foto: Halei Rembrandt.

 

Ficha Técnica

Texto: Bernard-Marie Koltès.

Tradução: Carolina Gonzalez.

Direção: Cyril Desclés.

Elenco: Carolina Gonzalez, Giovani Tozi, Janaina Suaudeau, Jefferson Matias, Sandra Corveloni, Sérgio Pardal, Marcelo Lazzaratto e Thiago Freitas.

Serviço

Temporada: 6/9 a 13/10. Sextas, 20h. Sábados, 19h. Domingos, 18h.

Local: Rua Amador Bueno, 505 – Santo Amaro – São Paulo.

Ingressos: R$ 40,00 (inteira). R$ 20,00 (estudantes e R$ 12,00 (Credencial Sesc).

Classificação: 14 anos.

Compartilhe!