[COLUNAS] Soneto da canção envolvida

[COLUNAS] Soneto da canção envolvida

Soneto da canção envolvida

Embora recente a canção envolvida
a rosa secular adormece no mistério
sonhos esquecem a dor envelhecida
na masmorra dum tenebroso império

Ode à vossa delicadeza em roseirais!
Ode à vossa ardentia turva e sonora!
naufrágios aos pérfidos ônix teatrais
na imensidão de tua sabedoria afora

És adjacente a tentações grotescas
tua existência reluz o escuro sublime
E ressalvas a razão em tuas veredas

Por fim, tua beleza exalta a inveja vil
nesta alvura suave, pétalas, requinte
És quinta-essência da primavera anil.

Sem comentários

Insira um Comentário

#SIGA-NOS Instagram