O Portal da Arte Brasileira

Sesc Santo Amaro oferece curso de dança e série de encontros com atividades que destacam a África

0 11

Com atividades que destacam a África, seus países e sua diversidade cultural, em setembro, o Sesc Santo Amaro oferece, on-line e gratuitamente, o curso de dança com Flávia Mazal e uma série de encontros com convidados de cinco nacionalidades diferentes do continente em destaque e falantes de língua portuguesa.

Por meio de ritmos musicais e uma releitura dos movimentos do balé da Guiné-Conacri, a professora e dançarina Flávia Mazal guia os passos no curso “Danças Africanas” até 13 de novembro. Com 15 anos de experiência em lecionar aulas de dança afro-brasileira e africana da Guiné-Conacri, Flávia conduz os participantes a experimentar as expressões corporais e rítmicas destas raízes.

A oficina começa com a preparação corporal fundamentada dentro dos princípios de Pilates Solo e Reeducação do Movimento, que visam a melhoria da saúde física e cognitiva do participante. A dinâmica leva em consideração o grau de conhecimento, a idade e o tipo físico de cada aluno, que podem variar de indivíduo para indivíduo. As aulas são acompanhadas por música ao vivo, que seguem a linha tradicional em que o som dos tambores é integrado aos corpos em movimento sincrônico, formando uma harmônica coreografia.

Post Patrocinado

Já de 14 de setembro a 19 de outubro, às 19h, Vensam Iala e Rita Teles mediam o “África não é um país!”, atividade que compõe a ação em rede “Do 13 ao 20”, projeto que faz alusão ao 13 de maio e ao 20 de novembro e engloba ações que objetivam o fortalecimento e o reconhecimento da cultura negra, bem como o fomento à convivência e o respeito pelas diferenças, com o intuito de refletir sobre a construção das identidades e valorizar a pluralidade de manifestações e expressões culturais.

A cada dia, uma dupla de convidados de países de PALOPs (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa) difundem os conteúdos culturais e educacionais, promovendo um espaço alternativo de aprendizagem e troca de vivências artístico-culturais não só da realidade da África colonizada por portugueses.

O projeto fomenta a reflexão das narrativas que se multiplicam nos espaços educacionais e socioculturais sobre o continente e suas populações, que trazem à tona o mosaico de culturas, hábitos, experiências sociais, religiosas, políticas e econômicas ao longo de seus cinquenta e cinco países, habitados não somente por negros, mas também por pessoas de outras raças.

Serviço

Curso: Danças Africanas. Plataforma Zoom. Data: Até 13/11. Sábados, 15h às 16h30. Classificação: 16 anos. Link para inscrições: www.inscricoes.sescsp.org.br.

“Ciclo de Encontros: África não é um País”. Datas: 14/9 a 19/10. Terças, 19h. Classificação: 14 anos. YouTube: Canal Sesc Santo Amaro. www.youtube.com/sescsantoamaro.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

X