A partir do dia 8 de agosto, o Sesc Ipiranga receberá a 2ª edição do projeto “Dramaturgias”. A ação que apresentará um vasto panorama da produção dramatúrgica contemporânea brasileira, com intensa programação de espetáculos, leituras cênicas, rodas de conversa, aulas públicas, cursos e uma feira de publicações.

A nova edição traz discussões como a relação entre educação e dramaturgia, e  destaca a produção de dramaturgas, dos anos de chumbo até a produção atual. Dedica-se também à produção brasileira nos anos 80 e 90 e à dramaturgia performativa, em uma mostra que ocupará o teatro da unidade por um mês. 

A programação de abertura contará com o lançamento da Revista Dramaturgias 1 e performance de leitura “ManiFestas”.  Acontecerá a apresentação do espetáculo “Quando Quebra Queima”, construído por estudantes que viveram o processo de ocupações e manifestações do movimento secundarista entre 2015/2016.

A programação apresentará espetáculos  como “Quando eu Morrer Vou Contar Tudo a Deus”, de Maria Shu; o solo “Valsa de Lili”, com dramaturgia de Aimar Labaki; as leituras cênicas “O Incrível Menino Preso na Fotografia”; “Literatura Contemporânea” e “Prótese”, que integram o Ciclo de leituras de textos de Fernando Bonassi. 

Dentro do Ciclo de Leituras Dramaturgas nos Anos de Chumbo , obras como a inédita “Obrigado Senhor Vigário”, de Carolina Maria de Jesus, “Enquanto se vai Morrer”, de Renata Palottini e “Fala Baixo, Senão Eu Grito”, de Leilah Assumpção, debatem o papel das mulheres e o impacto de seus trabalhos no universo dramatúrgico.

Serviço

Local: Sesc Ipiranga – Rua Bom Pastor, 822 – Ipiranga – São Paulo. 

Data: 8 a 18/8 (programação imersiva) e setembro a dezembro (ações formativas e leituras performáticas).

Ingressos e programação completa em sescsp.org.br/Ipiranga.

Compartilhe!