Um mundo em que há uma pressão social para demonstrar alegria constante e qualquer sinal de tristeza é discriminado. Essa é a premissa da peça “Mármore”, com texto da Cia. de Bolso e direção de Gabriel Rochlin.

Nesse contexto em que a melancolia é um sentimento marginal, o espectador acompanha a angústia de uma família que tenta manter as aparências enquanto o próprio bebê apresenta um desvio comportamental imperdoável: ele chora. Em meio à crise, o casal ainda tem que lidar com um compromisso social, um jantar com a irmã e seu marido.

Durante o espetáculo, fragmentos do jantar se alternam com reflexões dos próprios personagens, confundindo projeções idealizadas e realidade. Cabe ao público interpretar esse retrato distorcido por mentiras e hipocrisias.

Serviço

Local: Reduto – Rua Conde de Irajá, 98 – Botafogo – Rio de Janeiro.

Temporada: Até 16/12. Sábados e domingos, 20h.

Ingresso: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia-entrada).

Classificação: Livre.

Compartilhe!