O Portal da Arte Brasileira

Poema cine-teatral “L.O.R.C.A.” estreia on-line em 25 de novembro

0 15

“L.O.R.C.A.” estreia na noite de 25 de novembro, seguindo em cartaz até 12 de dezembro, com apresentações gratuitas, de quinta a domingo, às 20h, transmitida pelo canal do Estúdio Lusco-Fusco, no Youtube.

Dirigido por André Guerreiro Lopes, “L.O.R.C.A.” parte dos poemas do poeta andaluz Federico Garcia Lorca para criar uma peça-filme ao mesmo tempo urbana e mítica. Filmado nas ruas de São Paulo, a realidade da cidade invade e se entrecruza com a obra poética do poeta andaluz, reinventando os signos lorquianos em uma metrópole pandêmica e contraditória. O olhar do espectador é conduzido por uma artista andarilha (Helena Ignez) que carrega sua caixa-traquitana-teatro pela cidade, convidando os transeuntes a entrarem no universo poético de Lorca. Mítica, visionária, inquieta, provocadora, atemporal – ela própria uma força poética –, a performação de Helena Ignez trafega pela tênue linha que separa a loucura da lucidez. Evoca o poeta andaluz e por ele é evocada, numa espécie de diálogo, no qual os versos lorquianos soam em seus pensamentos como um chamado. Ao mesmo tempo, a andarilha convoca os que passam pelas ruas de São Paulo a olhar dentro de sua caixa-teatro e adentrar o espaço mágico das palavras, imagens e dos símbolos de Lorca, tendo como mote o verso “uma alucinação ordenha-me os olhares”.

A obra é construída como um poema cine-teatral das ruas, com linguagem que entrecruza o teatro, cinema, poesia, a música e a própria arquitetura caótica da cidade de São Paulo. Carregados de personagens marcantes, paisagens de assombro, musicalidade e ritmos únicos, os poemas de Lorca são em si uma experiência total, multidisciplinar, poesia que convida a uma apreensão simultânea com todos os sentidos, intelecto e emoção. “L.O.R.C.A.” busca esta mesma qualidade cinestésica, de uma dramaturgia transversal do texto, dos corpos, da câmera e do espaço, envolvendo o espectador em um jogo de encantamento do olhar, dando forma audiovisual ao imaginário ao mesmo tempo delirante e político do autor.

Post Patrocinado

Foto: André Guerreiro Lopes.

Serviço

Transmissão on-line.

Datas: 25/11 a 12/12. Quintas a domingos, 20h.

Ingressos: Grátis.

Classificação: 12 anos.

YouTube: Canal Estúdio Lusco-Fusco.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

X