O Portal da Arte Brasileira

Pianista Luis Fernando Cirne realiza concertos on-line a partir de 26 de março

0 25

Federico Mompou, Domenico Scarlatti, Johann Sebastian Bach e Frédéric Chopin são alguns dos compositores eleitos pelo pianista Luis Fernando Cirne para o concerto “Devaneio”, criado com recursos visuais de cenografia, iluminação e videomapping, oferecendo uma experiência sinestésica de música clássica para o público. O concerto será exibido pelo canal do YouTube do pianista e pelo Facebook do Teatro Arthur Azevedo nos dias 26, 27 e 28 de março e do Teatro Paulo Eiró nos dias 2, 3 e 4 de abril.

A direção e produção são de Otávio Oscar, Daniele Desierrê assina cenografia e figurino, Luciana Ramin produz o videomapping e Luana Gouveia concebe a iluminação.
 
O repertório não seguiu critérios temporais ou estilísticos – a seleção privilegiou aspectos harmônicos e de caráter – músicas lentas, movidas, alegres, melancólicas, oníricas etc. O pianista selecionou tanto músicas muito conhecidas pelo grande público quanto outras de menor alcance popular.
 
Pianista, midi-controller performer e professor de piano online, Luis Fernando Cirne é graduado em Música pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Mestre pela School of Music of Arizona State University (ASU) e Doutor pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo com a tese “Scarlatti e Beethoven: Proximidades?”. Iniciou seus estudos musicais em 1980, recebendo instrução nas áreas da teoria musical, prática e interpretação pianística, história da música, percepção auditiva e análise musical. Desde 1983 trabalha como músico-educador no ensino de piano, interpretação pianística, teoria musical, percepção, análise musical, história da música, apreciação e reflexão musical.
 
O convite para realizar o espetáculo trouxe para o projeto três artistas da visualidade, para complementar o ‘devaneio’ estético e sonoro-visual da obra. A cenógrafa e figurinista Daniele Desierrê desenha um piano como uma escultura em formato de rocha (e ao mesmo tempo prisma), forma sólida que se transmuta a cada nova projeção de vídeo – onde Luciana Ramin experimenta videoartes abstratas que mapeiam e compõem novos contornos  ao piano-pedra. A iluminação de Luana Gouveia dialoga com as formas retas da cenografia, com fachos de luz recortados e um delicado trabalho de cores em composição com os vídeos.

Serviço

Post Patrocinado

Transmissão on-line

Datas: 26, 27, 28/3. (Teatro Arthur Azevedo). 2, 3 e 4/4/21 (Teatro Paulo Eiró). Sextas e sábados, 21h. Domingos, 19h.

Classificação: Livre.

Facebook: Teatro Arthur Azevedo SP e Teatro Paulo Eiró.

YouTube: Luis Fernando Cirne.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

X