[Performance – RJ] “Caixa Preta”, instalação performática teatral, convida o público a vivenciar um luto coletivo

[Performance – RJ] “Caixa Preta”, instalação performática teatral, convida o público a vivenciar um luto coletivo

Uma performance em que um homem morto e duas mulheres feridas convidam o público para um velório coletivo em que a postura diante do luto é colocada em questão. Essa é a proposta do espetáculo  “Caixa Preta”, instalação teatral que discute do tabu da morte, em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro. As apresentações acontecem de quinta a domingo, às 17h e às 19h, até 21 de abril, com ingressos a partir de R$ 15.

Nascida do encontro do diretor argentino Fernando Rubio e das atrizes Giulia Grandis e Ludmila Wischansky, a performance teve como inspiração e ponto de partida a escultura “Pai Morto”, de Ron Mueck, e o livro “História da morte no ocidente”, de Philippe Ariès, além de vivências dos três relacionadas à morte e ao luto. Ao longo de toda a temporada, o “velório-instalação” estará aberto à visitação do público, com entrada gratuita, diariamente entre 9h e 21h, (exceto terça-feira).

A performance começa na rotunda do CCBB, com as duas atrizes atravessando o cotidiano dos visitantes do centro cultural antes mesmo de ingressarem no Teatro III. Em cena, as duas mulheres encontram-se diante de um cadáver de um homem. A disposição cênica e projeções nas paredes convidam o público a circular pelo ambiente para velar esse corpo sem vida. É justamente essa contemplação fúnebre que dispara e desenvolve a relação entre as personagens e os espectadores. Não se sabe quem são essas mulheres, nem qual é a relação delas com o falecido. A cada situação, conversa, silêncio, projeção, movimentação se torna mais presente o mistério e a curiosidade sobre as duas.

Ficha Técnica:

Projeto: Cia. Eita! Coletivo.

Direção, concepção visual e autoria: Fernando Rubio

Performers: Giulia Grandis e Ludmila Wischansky.

 

Serviço:

Temporada: até 24 de abril. Quinta a domingo, às 17h e às 19h.

Local: Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro. Rua Primeiro de Março, 66 – Centro.

Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia-entrada).

Classificação indicativa: 16 anos.

Informações: (21) 3808-2020.

Sem comentários

Insira um Comentário