O Portal da Arte Brasileira

Peça “A Filha da Virgem” estreia on-line em 25 de março

0 66

“A Filha da Virgem”, que estreia on-line em 25 de março,é um texto autobiográfico que conta com lirismo a história da atriz Wanderlucy Bezerra, sua relação com os pais, com a arte, além de compartilhar, com leveza e comicidade, seus traumas, dores e frustrações.

A Filha da Virgem, quando criança no interior de Pernambuco, sonhava em ser atriz, imaginava-se atuando em novelas de TV enquanto fazia seus afazeres domésticos. “Pobre”, “nordestina”, “adotada”, “dentuça”, “feia”, estes e muitos outros adjetivos lhe foram dados na infância. Apesar de tudo e todos, ela continuou sonhando. Os fatos da narrativa perpassam múltiplas fases da vida da personagem, do presente ao passado e vice-versa, refletindo obstáculos inerentes à posição geográfica, cultural e social e ao que teve que enfrentar para realizar seus sonhos.

O fato de ter sido abandonada pelos pais biológicos trouxe sentimento de inferioridade, que lhe causou momentos de tristeza e depressão. A vida lhe presenteou com duas mães adotivas. Seu caráter foi construído com a educação rígida da sua segunda mãe adotiva, uma mulher estéril, deixada pelo marido, manicure e criadora de porcos, mas que deu seu melhor e muito amor para essa única filha.

Post Patrocinado

Esses cuidados não foram suficientes naquele ambiente, para evitar os abusos sofridos pela criança. Num contexto em que as crianças têm pouca possibilidade de se expressar sobre seus sentimentos e dores, elas ficam vulneráveis a todo tipo de abuso, seja físico, emocional ou moral. A peça traz uma reflexão sobre a importância do cuidar da criança e do adolescente. Mesmo criada com afeto, sempre quis conhecer seus pais biológicos, o que só foi possível na fase adulta, fato que a fez sentir-se mais preenchida.

Na primeira vez que morou no Rio de Janeiro, morreu sua segunda mãe adotiva, o que lhe trouxe muita culpa, trabalhada em anos de terapia. Retorna à cidade natal para cuidar de seu pai adotivo, processo duplamente doloroso, que a coloca novamente diante de traumas, e interrompe momentaneamente sua trajetória em busca dos seus objetivos. Torna-se professora primária e aos poucos consegue retomar suas atividades ligadas à arte. Após a morte de seu pai adotivo sente-se livre para dar um voo maior: desenvolve um espetáculo de dança popular e com ele circula por meses na Europa, um sonho antigo.

Ao voltar da Europa, não consegue mais viver naquele ambiente opressivo do interior, e decide radicar-se no Rio de Janeiro, onde continua sua trajetória como atriz e dançarina. Apesar de todas as adversidades, A Filha da Virgem é uma pessoa solar, nutrida de uma força que desperta admiração e exemplo de vida.

Foto: Victor Hugo Ceccato.

Ficha Técnica

Supervisor de direção: Luiz Carlos Vasconcelos. Texto e atuação: Wanderlucy Bezerra. Direção geral: Sandra Calaça e Leo Carnevale.

Serviço

Transmissão no YouTube.

Datas: 25 a 29/3/21.Quarta a sábado, 20h. Domingo, 18h.

YouTube: Canal Wanderlucy Bezerra.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

X