O Portal da Arte Brasileira

Oficina Cultural Oswald de Andrade apresenta exposições “Hiância” e “Floresta?”

0 39

A Oficina Cultural Oswald de Andrade recebe duas exposições a partir de setembro que podem ser visitadas presencialmente, de segunda a sexta-feira, das 12h às 16h, mediante agendamento prévio pelo contato de WhatsApp e com o público seguindo os protocolos de saúde detalhados no site.

“Hiância”, exposição com obras dos artistas Eva Castiel e Bruno Ferreira, apresenta uma grande instalação disponível até 24 de setembro. O termo “Hiância”, originário da psicanálise que significa o intervalo entre o que não existe e o que está prestes a existir, fez a dupla refletir o modo de representação desse intervalo, esse espaço, essa falta e esse oco, questões que se colocam nas obras.

Dialogando com o momento atual, uma época cheia de fissuras, de extremos, em um mundo no qual uma pandemia matou milhões de pessoas e que alterou radicalmente o modo de [sobre]viver, “Hiância” procura dar forma a essa distância que, parafraseando Freud, está entre o estado real e o ideal. A curadoria é do artista visual Jurandy Valença.

Post Patrocinado

A exposição “Floresta?”, com a curadoria e obras do artista plástico e paisagista Fernando Limberger, fica aberta ao público até 17 de dezembro. Será permitida a entrada de um visitante por vez na instalação que traz uma investigação e provocações às pessoas: “ainda podemos manter esse termo para descrevermos um aglomerado de vegetação?” e “até quando elas permanecerão como as entendemos como florestas?”.

O espaço imersivo para reflexões sobre paisagens compostas por matas é constituído por elementos derivados do desmembramento dos corpos das árvores, que engendrados, simulam um ambiente contrário ao de uma floresta em dimensões reais e metafísicas.

Na seção formativa, um dos destaques da Oficina Cultural Oswald de Andrade é “Do real a moldura ficcional: os dispositivos de criação no contexto da saúde mental”, oficina que busca dialogar com os profissionais da saúde e da cultura interessados pelo contexto da saúde mental. Os encontros, entre 29 de setembro e 27 de outubro, às quartas-feiras, das 18h às 21h, serão pelo Zoom. A coordenação é do Grupo Aberto de Teatro.

Por meio do conceito de “moldura ficcional”, pesquisado pelo Grupo Aberto de Teatro desde 2019 e base de criação da performance “Zoompresa”, a atividade irá investigar os efeitos estéticos e éticos, tanto na clínica quanto nas criações artísticas, de um processo estruturado a partir de dispositivos cênicos que friccionam os conceitos de ficção e realidade. O projeto é contemplado pela Lei Aldir Blanc.

Foto: Areta Padma.

Serviço

Local: Oswald Andrade – Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro – São Paulo.

“Hiância”. Visitação: Até 24/9. Segundas a sextas, 12h às 19h. Classificação: 16 anos.

“Floresta?”. Visitação: Até 17/12. Segundas a sextas, 12h às 19h. 8 a 14/10. Segunda a sexta-feira, 10h às 19h. Sábados, 11h às 18h. 15/10 a 17/12. Segunda a sexta, 10h às 21h. Sábados, 11h às 18h.

Classificação: 16 anos.

Agendamento: WhatsApp – (11) 94343-9338.

Site: https://oficinasculturais.org.br/unidade/oswalddeandrade/.

Inscrição para oficina: Até 24/9.

Link para inscrição: http://poiesis.org.br/maiscultura/oficinas_culturais/do-real-a-moldura-ficcional-os-dispositivos-de-criacao-no-contexto-da-saude-mental/.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

X