Odilon Esteves estreia “Na Sala com Clarice” em comemoração ao centenário de Clarice Lispector

O solo de Odilon Esteves “Na Sala com Clarice”, que estreia dia 6 de dezembro, foi criado durante a quarentena em regime de isolamento físico, e será apresentado ao vivo e de graça pela plataforma Zoom até 31 de janeiro (com breve pausa entre 20/12 e 9/01). Os espectadores escolhem, ao longo da sessão, por enquete eletrônica, a partir das opções preparadas pelo ator, os textos que gostariam de ouvir interpretados. A transmissão é feita da sala do ator para a sala do espectador.

O projeto patrocinado pelo Banco do Brasil segue os moldes de um acontecimento gastronômico, oferecendo ao público um “cardápio literário” com entrada, prato principal e sobremesa, representados pelos contos e crônicas da autora. Serão oferecidas 15 opções para cinco serem escolhidas e apresentadas na sequência. A peça tem duração de 60 a 90 minutos, variando em função das escolhas do dia.

A cada rodada da apresentação, que é gratuita, alternam os elementos oferecidos ao público para estimular sua escolha: leitura de pequenos trechos; apresentação das sinopses; exposição de objetos relacionados aos textos, sem que o público conheça sequer seus títulos. 

Esse caráter interativo possibilita que o público se posicione subjetivamente diante do leque de opções que lhe é oferecido, contribuindo para que haja um entrelace dos imaginários comuns dos espectadores reunidos naquela sessão. Um formato que visa aproximar ainda mais o público do acontecimento cênico-literário, implicando-lhes em sua construção e considerando cada dia como um percurso único.

A proposta deste projeto é apresentar alguns de seus textos na íntegra, oralizando a palavra escrita com vistas a potencializar o encontro desta com o público. Um trabalho que pretende ser acessível e convidativo, mas sem simplificações. O espectador será munido de ferramentas para acessar outras camadas da obra de Clarice, praticamente sem cortes no seu original.

Foto: Fernando Badharó.

Confira:

Ficha Técnica

Textos: Clarice Lispector. Concepção e atuação: Odilon Esteves. Codireção e direção de arte: Fernando Badharó. Trilha sonora: Barulhista. Iluminação:Lucas Pradino. Intérprete de Libras: Marcella Alves de Sousa.

Serviço

Apresentações: 6 a 20/12 e 9 a 31/1/2021. Sábados, 20h. Domingos, 19h.

Sessão especial “Centenário de Clarice”: 10/12. Quinta, 20h.

Sessões com intérprete de LIBRAS: 18/12 e 29/1. Sextas, 20h

Palestras: 14/12/2020 – Nádia Battella Gotlib, 11/1/2021 – Noemi Jaffe e 25/1/2021 – Maria Homem.

Ingressos gratuitos pelo sitehttps://www.sympla.com.br/nasalacomclarice

Classificação: 12 anos.

Compartilhe!