Obra de Fernand Léger é tema da semana do MASP

A obra “A compoteira de peras” (1923), de Fernand Léger (1881-1955), é a escolha da semana para o desafio MASP [desenhos] em casa. Tanto adultos quanto crianças podem participar: basta fazer a própria versão da pintura e publicar no Instagram marcando o @masp e utilizando a #maspdesenhosemcasa até as 23h59 de domingo, 13 de setembro.

Na segunda, 14 de setembro, o museu selecionará alguns desenhos que serão postados no Instagram. Os autores receberão um Amigo MASP, que dá direito a frequentar o museu gratuitamente por um ano.

De origem humilde, Léger foi aprendiz em um escritório de arquitetura antes de estudar na École des Arts Décoratifs e na Académie Julian, ambas em Paris. Participou do período de maior efervescência cultural de Montparnasse, na capital francesa, onde se beneficiou intensamente da proximidade de artistas como Robert Delaunay e Marc Chagall, além do poeta Blaise Cendrars. Léger teve como aluna a brasileira Tarsila do Amaral nos anos 1920.

A obra também será tema do Diálogos no acervo na quarta, 9 de setembro, às 16h. O projeto semanal apresenta, por meio de encontros virtuais no Instagram, obras do acervo do museu abordando elementos como biografia do artista, contexto histórico e técnica. Participam desta edição Guilherme Giufrida, assistente curatorial no MASP, e Laura Cosendey, assistente curatorial, mediação e programas públicos no museu.

Obra: A compoteira de peras. Autor: Fernand Léger. Acervo MASP. Doação: Carolina Penteado da Silva Telles, 1948. Foto: João Musa.

Serviço

Diálogos no Acervo: 9/9. Quarta, 16h.

#maspdesenhosemcasa: Até 13/9. Domingo, até 23h59.

Instagram: @masp

Compartilhe!