O Portal da Arte Brasileira

Musical Cinderella volta em cartaz presencial no Teatro Bradesco

0 47

Com coreografias adaptadas ao protocolo de ações contra a Covid-19, atores com máscara e a realidade do cotidiano da pandemia inserida no espetáculo, tanto na encenação como no texto, o clássico musical Cinderella reestreia dia 20 de fevereiro de 2021, aos sábados e domingos, em duas sessões, 15h e 18h30, no Teatro Bradesco. Responsável pela direção geral e adaptação, Billy Bond tratou de incluir, em algumas cenas, de forma sutil, marcações ressaltando a importância do uso do álcool gel e do distanciamento social.

Depois da morte da mãe, a jovem Cinderella vai viver com o pai na casa da madrasta e suas duas filhas, as três invejosas de sua beleza. Maltratada e obrigada a fazer os serviços domésticos, ainda era alvo de deboches e malvadezas até que encontra sua fada madrinha. Um encanto leva Cinderella ao baile promovido pelo príncipe, que está à procura de uma princesa entre as moças do reino.

Com 26 atores, 16 pessoas no corpo de baile e orquestra ao vivo, o musical tem 180 figurinos e quatro cenários principais. Em Cinderella, em média, 48 profissionais trabalham durante a sessão – do maquiador à produtora, passando por técnicos, atores e bilheteiros. O musical é uma adaptação de Billy Bond e Lilio Alonso para o livro dos Irmãos Grimm. Cinderella tem os diálogos e as músicas cantadas em português, além de efeitos especiais e de iluminação. Para criar o clima e envolver o público no mundo da fantasia, o espetáculo lança mão de recursos como gelo seco, ilusionismo e aromas diferenciados. Telões exibem tecnologia de última geração (como 4D) com o intuito de fazer a plateia se sentir parte do espetáculo. Entre os truques, os destaques são a levitação e o vôo de um fantasma, num recurso ilusionista.

Post Patrocinado

O Teatro Bradesco se adaptou ao novo momento e reduzirá sua lotação em conformidade com orientações dos governos municipal e estadual de São Paulo, que originalmente é de 1.459 lugares para 580 pessoas por sessão. A sanitização é feita por uma empresa credenciada e especializada, com produtos específicos sugeridos nos protocolos das autoridades antes dos espetáculos. O protocolo do teatro prevê lugares especialmente reservados para famílias sentarem juntas de forma segura. Serão realizadas sessões acessíveis com Libras dias 20 e 27/2 às 15h.

Foto: Henrique Tarricone.

Ficha Técnica

Direção de Dramaturgia: Marcio Yacoff. Arranjos e direção musical: Vila/Bond. Produção: Andrea Oliveira. Direção Geral: Billy Bond. Adereços e próteses: Gilbert Becoust. Diretor Vocal: Thiago Lemmos. Designer de Coreografia: Italo Rodrigues. Elenco: Yasmine Mahfuz, Vanessa Ruiz, Diego Luri, Luiz  Pacini, Luana Marthins, Ana Luiza, Paula Canterini, Marcio Yacoff e Italo Rodrigues. Corpo de Baille: Alessandra Lorena, Alvaro de Padua, Amanda Portela, Camyla Gimenes, Carla Ribeiro, Luan Oliveira, Luiza Madureira, Marcia Souza, Mayla Betti, Nicole Peticov, Willian Rodolpho. Crianças do Baile – Clarinha Jordão e Davi Okabe. Ratos – Denis Pereira, Luana Oliveira, Marcia Souza, Willian Rodolpho.

Serviço

Local: Teatro Bradesco – Rua Palestra Itália, 500 / 3º piso – Bourbon Shopping São Paulo.

Sessões: 20 a 28/2. Sábados e domingos, 15h e 18h30.

Sessões com Libras: 20 e 27/2. Sábados, 15h.

Ingressos: R$ 70,00 a R$160,00.

Classificação: Livre.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AVISO!

Em virtude da pandemia de Covid-19, alguns eventos foram cancelados ou sofreram alterações. Centros Culturais ou espaços de exposição também fecharam.

Consulte sempre antes de se direcionar a um evento presencial.

X