A cantora baiana Virgínia Rodrigues faz show no Clube Manouche dias 25 e 26 de outubro. A intérprete lança seu mais recente álbum, “Cada Voz é Uma Mulher”, o sexto da carreira. Nele, a artista atravessa fronteiras e conecta compositoras mulheres de Moçambique, Cabo Verde, Portugal, Angola e Brasil. Com composições de Luedji Luna, Iara Rennó, Carolina Maria de Jesus, Mayra Andrade e Dona Ivone Lara, entre outras, as nove faixas do projeto reforçam a riqueza da diversidade da língua portuguesa.

Neste disco, Virgínia repetiu a parceria com Tiganá Santana na produção artística, iniciada no seu sublime álbum anterior, “Mama Kalunga” (2015). O repertório evoca sua musicalidade afro-brasileira – e é também saudação e oração – e faz um balanço da sua trajetória, desde os tempos em que foi descoberta por Caetano Veloso em Salvador, nos anos 1990, até o lançamento de “Mama Kalunga”, em 2014.

Do novo disco estão as músicas “Vedete da Favela”, samba pouco conhecido da escritora Carolina Maria de Jesus, autora do livro “Quarto de Despejo”, “Ter Peito e Espaço”, de Sara Tavares, João Pires e Edu Mundo, “Stória Stória” (de Mayra Andrade, que gravou a música ao lado de Virgínia), “Oriki de Oxum” (Iara Rennó sobre poema de Antônio Risério), “Um Beijo de Beira” (Alzira E, Arruda), “Oração do Anjo” (Ceumar e Mathilda Kovak) e “Asas” (Luedji Luna).

Foto: Pico Garcez.

Serviço

Local: Clube Manouche/Casa Camolese – Rua Jardim Botânico, 983 – Jardim Botânico.

Data: 25 e 26/10. Sexta e sábado, 21h.

Ingressos: R$ 120,00 (inteira) e R$ 60,00 (meia-entraa).

Classificação: 18 anos.

Compartilhe!