[Música] Grupo feminino Dedo de Moça promove série de apresentações gratuitas do show “Atemporal” ao longo do mês de maio

[Música] Grupo feminino Dedo de Moça promove série de apresentações gratuitas do show “Atemporal” ao longo do mês de maio

O grupo feminino Dedo de Moça promoverá quatro apresentações do seu mais recente show, intitulado “Atemporal”, ao longo do mês de maio. Serão realizados espetáculos na Sala Olido (dia 10, sexta, 20h), na Casa da Cultura da Freguesia do Ó – Salvador Ligabue (dia 12, domingo, 17h), na Virada Cultural, no Centro Cultural da Penha (dia 19, domingo, 16h) e na Biblioteca Mário de Andrade (dia 26, domingo, 16h). Os shows são gratuitos, e nas mesmas ocasiões, o grupo oferecerá a palestra A História do Samba – Linguagem e Vocabulário da Música Brasileira .

Criado em 2013, Dedo de Moça é um  quarteto é formado por Ana Claudia César, (Choronas) no cavaquinho, Ana Eliza Colomar (do grupo de música étnica Mawaca) no cello, flauta e sax, Cintia Zanco (orquestra Jazz Sinfônica), nos arranjos e violino, e Rosana Bergamasco (Trio Que Chora), arranjos e violão 7 cordas.

O grupo faz releituras de canções de compositores conhecidos, como Nelson Cavaquinho e Jacob do Bandolim, valorizando o aspecto melódico e lírico do samba. “Atemporal” traz no repertório Atraente  (Chiquinha Gonzaga), Para Ver as Meninas (Paulinho da Viola) e Enredo do Meu Samba (Jorge Aragão/Dona Ivone Lara), entre outras.

 

Serviço

Local: Sala Olido –  Avenida São João, 473, Centro – São Paulo. Data: 10/5. Sexta, 20h.

Casa de Cultura da Freguesia do Ó Salvador Ligabue – Largo da Matriz de Nossa Senhora do Ó – Freguesia do Ó – São Paulo. Data: 12/5. Domingo, 16h.

Virada Cultural – Centro Cultural da Penha – Largo do Rosário, 20, Penha – São Paulo. 19/5. Data: Domingo, 15h.

Biblioteca Mário de Andrade – Rua da Consolação, 94, Centro – São Paulo. Data: 26/5. Domingo, 15h.

Classificação: Livre.

Ingressos: Grátis.

1 Comentários
  • Rodrigo Gonçalves Dantas
    Posted at 22:06h, 20 maio Responder

    Bravíssimo , Espero que venha a Bahia !

Insira um Comentário