O Portal da Arte Brasileira

Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis acontece de 16 e 31 de outubro

0 7

A Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis realiza entre 16 e 31 de outubro a edição comemorativa de 20 anos, um marco para a produção audiovisual para crianças no país. Em 2021, o festival leva para as telas a diversidade da cultura brasileira em diálogo com o resto do mundo em uma programação extensa, totalmente virtual e gratuita. Serão 140 filmes, shows de música, sessões de cinema ao vivo e bate-papo, masterclass, oficinas para produtores culturais e crianças, entre outras atividades. Um dos destaques é a exibição especial de “Tarsilinha”, aguardado longa de animação inspirado na obra de Tarsila do Amaral (1886-1973).

Ao longo de duas décadas, A Mostra se consolidou como o mais longevo e um dos mais importantes projetos do gênero no país. Desde então, ajudou a potencializar a produção audiovisual nacional para crianças e vem contribuindo para a formação de plateia. A Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis também se consolidou pelo compromisso com a representatividade étnica e racial, além do diálogo direto com as crianças.

Além das sessões de filmes, que podem ser assistidas de acordo com a faixa etária – tem opções para bebês até adolescentes de 12 anos -, a 20ª edição realiza atividades paralelas como os Encontros de Cinema Infantil e uma novidade: os Encontros de Mercado. Os tradicionais shows da Mostra também terão versões virtuais, com espetáculos em live streaming de Zeca Baleiro e da Camerata Florianópolis.

Post Patrocinado

Baleiro apresenta “Zoró Zureta”, espetáculo que reúne canções dos dois álbuns infantis do artista, “Zoró” (bichos esquisitos) e “Zureta”. No show, Baleiro apresenta pela primeira vez a música-tema de “Tarsilinha”, longa dirigido por Celia Catunda e Kiko Mistrorigo, que terá exibição especial no evento. Inspirada na obra de Villa Lobos, a composição dialoga com a história do filme. Uma letra inspiradora e poética sobre as raízes e a arte do Brasil. A apresentação será no dia 16 de outubro.

Além da exibição do longa, Celia Catunda e Kiko Mistrorigo irão ministrar a “Masterclass Tarsilinha”. A atividade é indicada para realizadores, educadores e interessados em cinema e na obra de Tarsila do Amaral. Os diretores compartilharão detalhes sobre as etapas da produção do filme e as escolhas criativas na adaptação para animação do universo visual da artista Tarsila do Amaral. A masterclass será no dia 18 de outubro. As inscrições para esta atividade podem ser feitas pelo site da mostra.

Na 20ª edição, a Mostra disponibilizará ao público 98 filmes brasileiros produzidos em quase todos os estados do país – uma janela da diversidade de culturas e infâncias do país. Produções que enaltecem os saberes dos povos originários, por exemplo, estarão em cartaz, como o curta “Wuitina Numiá” (“Meninas Coragem”), produzido por Rita de Cácia Oenning da Silva e Kurt Shaw. O doc “Nossa Terra”, de Samuel Moreira, também está na agenda, na sessão especial sobre Direitos Humanos. Um curta sensível que mostra o fortalecimento da cultura e dos saberes da etnia Xokleng por meio da educação.

A seleção reflete um dos propósitos da curadoria do festival, que é mostrar um leque do modo em que as crianças vivem e falam pelo Brasil. Outros destaques são “Nana & Nilo na Cidade Verde”, de Sandro Lopes; “Victor”, de Felipe Gaze, Wolmyr Alcantara e Darcy Alcantara; “Ibiapaba: Como Nascem as Montanhas”, de George Alex Barbosa; e “Maria Quitéria Honra e Glória”, de Antonio Silva.

Os filmes estarão disponíveis ao longo de todo o festival para que as pessoas assistam a qualquer momento a partir do site do evento. O público poderá votar no favorito.

Serviço

Transmissão on-line.

Datas: 16 a 31/10.

Ingressos: Grátis.

Site: https://www.mostradecinemainfantil.com.br/.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

X