MIS retoma atividades com a exposição "John Lennon em Nova York" por Bob Gruen

O Museu da Imagem e do Som, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, reabre as portas ao público na próxima sexta-feira, 16 de outubro, com a exposição John Lennon em Nova York por Bob Gruen, inaugurada em 13 de março de 2020 – e suspensa temporariamente desde 17 de março, devido à pandemia da Covid-19. 

Os visitantes novamente têm a oportunidade de conhecer mais de perto a vida do astro, por meio de imagens e expografia que remetem a seus últimos anos na cidade de Nova York. Neste primeiro momento a exposição fica aberta de sexta a domingo, em horário reduzido e com capacidade de 60%, em conformidade com as orientações sanitárias visando o bem-estar do público. Para acessar o espaço, faz-se necessário cumprir todo o protocolo em vigência.  

Durante este período de horário reduzido as sextas-feiras terão entrada gratuita. Seguindo as orientações, mesmo gratuitos, os ingressos devem ser reservados antecipadamente na Sympla. Aos sábados e domingos, os valores seguem os mesmos: R$ 20 (inteira) e R$10 (meia entrada). A loja do Museu, onde o público encontra o catálogo da exposição John Lennon em Nova York por Bob Gruen, permanece aberta nos mesmos horários do Museu e também seguindo todos os protocolos sanitários.

Pouco tempo após John Lennon se mudar para Nova York em 1971, Bob Gruen se tornou fotógrafo e amigo pessoal de John e Yoko Ono. Gruen registrou não apenas sua vida profissional junto a Yoko, mas também vários de seus momentos íntimos. As imagens de Gruen mostram Lennon como estrela do rock, artista solo em Nova York após sua saída dos Beatles e ferrenho defensor dos direitos humanos. Outro enfoque da mostra apresenta fotografias comoventes de John e Yoko e com seu filho, Sean. Entre as fotos, estão as imagens icônicas de Lennon vestindo uma camiseta da cidade de Nova York, e de pé, em frente à Estátua da Liberdade, fazendo o sinal de paz – duas das imagens mais populares do músico. 

John Lennon em Nova York por Bob Gruen ocupa os dois andares do Museu e revela, por meio de mais de 130 imagens selecionadas pelo próprio Bob Gruen, a vida do ex-Beatle. Além das 130 imagens, a mostra também apresenta uma seleção inédita de 40 fotos vintage que serão expostas em ampliações originais feitas pelo fotógrafo. Durante o percurso da exposição os visitantes acompanham uma trilha sonora com sucessos de Lennon, entre as músicas estão Power to the People e Whatever Gets You Thru the Night. O público também pode conferir uma linha do tempo que vai da chegada de John e Yoko em Nova York, em 1971, quando se instalaram no bairro de Greenwich Village, ao dia 8 de dezembro de 1980, quando John Lennon foi assassinado, na entrada do edifício Dakota.

Dividida em sete áreas e apresentada em ordem cronológica, a exposição do MIS conta com curadoria do jornalista Ricardo Alexandre. Entre as áreas estão: New York City (primeira época de John e Yoko em Nova York, esta é a fase de maior atividade política e é marcada pelos problemas com a imigração); Lost Weekend (período entre 1973 e 1975, em que John e Yoko ficaram separados, nesta área estão algumas das fotos mais famosas de Bob Gruen); e Dono de casa (Yoko fica grávida e Lennon se retira da vida pública para “cuidar da casa, da mulher e dos filhos”, parte das fotos mais íntimas e exclusivas está nesta seção.

John Lennon em Nova York por Bob Gruen foi exibida em mais de 30 cidades ao redor do mundo, como Nova York e Buenos Aires, e foi vista por mais de três milhões de pessoas. 

Foto: Cinthia Bueno.

Serviço

Local: Museu da Imagem e do Som – MIS – Avenida Europa, 158, Jardim Europa – São Paulo.

Visitação: 16/10/2020 a 31/1/2021. Sextas, sábados e domingos, 12h às 18h.

Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia-entrada). Compra antecipada em www.sympla.com

Classificação: Livre.

Entrada gratuita às sextas-feiras e para crianças até cinco anos. Pessoas do grupo de risco têm entrada preferencial no primeiro horário (12h).

Compartilhe!