O Portal da Arte Brasileira

MIS apresenta mostra “Samsung Rock Exhibition Rita Lee”

0 9

Uma explosão de cores, de música e de alegria. Assim pode ser descrita a exposição “Samsung Rock Exhibition Rita Lee”. A mostra sobre a maior roqueira do planeta, abriu dia 23 de setembro no MIS (Museu de Imagem e do Som).

Chico Spinosa é o cenógrafo da exposição. Ao visitar a mostra, nada ali é fruto de um padrão, de uma forma ou de escala industrial. Tudo foi pensado, feito e readaptado para uma realidade colorida, seguindo o roteiro da direção: uma roqueira cheia de cor que chega à Terra em um disco voador. Detalhes, como uma aura de Aparecida ou das estrelas feitas à mão, assim como a recriação do palco giratório da tour 1982/1983 (ou “O Circo”, como ficou conhecida), tudo é feito para a mostra. Artesanal, no melhor sentido da palavra. A equipe colocou o trabalho em cada letra pintada na parede, em cada figurino que precisou ser restaurado ou em cada peruca: todas, com cores e cortes estudados.

Um dos destaques? As manequins, com estudos de Spinosa e do diretor Guilherme Samora e feitas uma a uma por Clívia Cohen, em posições de Rita, com o rosto da artista em todas elas, com uma precisão surreal e excelente interpretação artística.

Post Patrocinado

O encontro e o amor de Rita e Roberto de Carvalho; a repressão da ditadura (Rita é a compositora mais proibida, segundo dados da época) e a prisão; a família; a causa animal e obras de arte da Rita têm destaque. Assim como estruturas criadas especialmente para a mostra, como o palco giratório, a manequim que levita, o Peter Pan que sobrevoa a entrada…

O estúdio é um caso à parte: terá uma experiência de áudio imersivo que utiliza a tecnologia Dolby Atmos, com projeto desenvolvido pela ANZ Immersive Audio, trazendo uma experiência sonora imersiva para a sala da exposição baseada em um estúdio. Ultrapassando a reprodução de som da maneira convencional, o áudio imersivo proporciona uma escuta similar à vida real, com sons acima, abaixo, aos lados, na diagonal, em toda sua volta. A ANZ espacializou músicas da rainha do rock em 3D, e preparou uma instalação na qual as caixas de som, de altíssima qualidade, foram perfeitamente posicionadas para o público escutar algumas de suas obras como nunca: vindas de todas as direções.

Um detalhe especial – e que vai levar a exposição a outro nível – é a visita guiada pela própria Rita. Através de QRCodes, os visitantes poderão ouvi-la contando sobre alas, peças, histórias.

Foto: Guilherme Samora.

Serviço

Local: MIS – Museu da Imagem e do Som – Avenida Europa, 158, Jardim Europa – São Paulo.

Visitação: Terça a domingo, 10h às 18h.

Ingressos: A partir de R$ 25,00.

Classificação: Livre.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

X