No dia 23 de abril, terça, às 19h, o Ciclo de Leituras Teatrais na Vivo, apresenta a leitura dramática do texto “O Ovo de Ouro”, de Luccas Papp, no Auditório Eco Berrini. Após o evento, haverá debate com a equipe de criação.

A peça conta a história sobre um grupo de prisioneiros judeus, homens, que recém-chegados, eram escolhidos para as tarefas mais críticas dos campos de concentração nazistas, tais como: conduzir outros prisioneiros à câmara de gás, queima dos corpos e ocultação de provas da máquina de morte. Quem se recusava: morto. Quem não conseguia mais desempenhar a função: exterminado.

Esse é o letreiro inicial de “O Ovo de ouro” e o caráter descritivo não é por acaso. O horror do holocausto e dos campos de concentração é conhecido, estudado e representado desde o fim da Segunda Grande Guerra. E é por meio da história do protagonista Dasco Nagy que conhecemos a rotina e o sofrimento desses homens, vítimas de uma guerra que lhes colocaram em posição de colaboradores de um dos maiores genocídios da história.

A peça se debruça principalmente sobre a relação entre Dasco e os outros personagens e como essa relação os transforma. Os conflitos dos personagens no espetáculo são universais e pertinentes a qualquer idade e interesse, permitindo que qualquer espectador possa se interessar pela mensagem e pelas discussões que a peça propõe.

 

Ficha Técnica

Texto: Luccas Papp.

Direção: Ricardo Grasson.

Elenco: Sérgio Mamberti, Leonardo Miggiorin, Rita Batata, Ando Camargo, Mateus Monteiro e Luccas Papp.

Voz em Off: Guta Ruiz.

 

Serviço

Local: Auditório Eco Berrini – Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini, 1376 – Cidade Monções – São Paulo.

Data: 23/4. Terça, 19h.

Ingressos: Grátis.

Compartilhe!