O Portal da Arte Brasileira

IMS promove debate sobre cinema indígena em 3 de agosto

0 13

O Instituto Moreira Salles promove um debate com os cineastas Graciela Guarani, Michele Kaiowá, Kamikia Kisêdjê, Takumã Kuikuro e Vincent Carelli Na próxima terça-feira, 3 de agosto, às 18h,. O bate-papo será transmitido ao vivo pelos canais de YouTube e Facebook do IMS, com interpretação em Libras.

O cerne do debate será a estética e a política do audiovisual indígena contemporâneo. Os participantes também comentarão os filmes que produziram para o Programa Convida, atualmente disponíveis no site do IMS. A conversa será mediada pelo jornalista Guilherme Freitas, editor-assistente da revista serrote e apresentador do podcast “Xingu: terra marcada”, lançado em abril. Kamikia Kisêdjê e Takumã Kuikuro participaram do podcast como correspondentes no Xingu.

Membro da aldeia indígena Kuikuro, Takumã Kuikuro dirige o curta-metragem “Kugihe Kuêgü (Hiper doença)”, no qual documenta como a covid-19 afetou o cotidiano do seu povo, no Alto Xingu. As cineastas Graciela Guarani e Michele Kaiowá participam do projeto “Nhemongueta Kunhã Mbaraete”, que reúne vídeocartas trocadas entre três mulheres indígenas e uma não indígena durante a quarentena. Já a ONG Vídeo na Aldeias, fundada pelo cineasta Vincent Carelli, traz depoimentos de dois artistas indígenas associados ao coletivo, entre eles, o fotógrafo Kamikia Kisêdjê, que comenta o impacto da pandemia em seu trabalho.

Post Patrocinado

Serviço

Transmissão on-line.

Data: 3/8. Terça, 18h.

Facebook: Instituto Moreira Salles.

YouTube: Canal IMS.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AVISO!

Em virtude da pandemia de Covid-19, alguns eventos foram cancelados ou sofreram alterações. Centros Culturais ou espaços de exposição também fecharam.

Consulte sempre antes de se direcionar a um evento presencial.

X