O Portal da Arte Brasileira

François Dosse lança livro “A Saga Dos Intelectuais Franceses 1944-1989” em 14 de setembro

0 11

A trajetória da intelligentsia francesa na segunda metade do século XX, face aos acontecimentos do pós-Segunda Guerra Mundial aos eventos de 1989, permeiam o universo de “A Saga Dos Intelectuais Franceses 1944-1989”, cujo lançamento acontece no dia 14 de setembro, terça-feira, às 16h, com transmissão on-line pelo Zoom.

Organizado pela Estação Liberdade, editora do livro, e Aliança Francesa de São Paulo, o evento é gratuito e tem a participação do autor François Dosse, Renato Janine Ribeiro (Professor de Filosofia) e Angel Bojadsen (Diretor editorial da Estação Liberdade).

A publicação aborda a evolução das ideias que dominaram cada momento da história intelectual da França e, em grande parte, da Europa e do mundo. O panorama vai da Libertação e do fim da Segunda Guerra Mundial ao bicentenário da Revolução Francesa à queda do muro de Berlim.

Post Patrocinado

O primeiro volume, “A Prova Da História” (1944-1968), abarca os anos de Albert Camus, Jean-Paul Sartre e Simone de Beauvoir e as suas controvérsias, as relações contrastantes com o comunismo, o choque de 1956, as revoluções chinesa e cubana, a Guerra da Argélia, a consolidação do terceiro-mundismo, a irrupção do momento gaulliano e a sua contestação: é um período dominado pelo teste da história, a influência do movimento comunista e a progressiva desilusão subsequente. Já o segundo volume, “1968-1989”, vai das utopias esquerdistas e do combate contra o totalitarismo, à “nova filosofia”, ao advento de uma consciência emancipadora e ecológica e à desorientação da década de 1980: um tempo marcado pela crise do futuro e que vê se instalar a hegemonia das ciências humanas. A saga ainda engloba um dos períodos mais efervescentes e criativos do establischment intelectual francês, de Sartre a Lévi-Strauss e Michel Foucault e de Jacques Lacan a Roland Barthes e Jacques Derrida.

Em sua carreira, François Dosse se dedica principalmente aos estudos na área de história intelectual, com ênfase em historiografia e estruturalismo. Destaca-se em sua obra a produção de uma série de biografias de grandes filósofos e historiadores franceses, como Paul Ricœur, Gilles Deleuze e diversos outros. Sua “Histoire du structuralisme” em dois volumes (1991 e 1992) marcou época. É um dos fundadores da revista EspacesTemps. “A Saga dos Intelectuais Franceses 1944-1989” rendeu-lhe em 2019 o Prêmio Eugène-Colas, concedido pela Academia Francesa.

Serviço

Plataforma Zoom.

Lançamento: 14/9. Terça, 16h.

Link para inscrições: https://www.sympla.com.br/teatroaliancafrancesa/.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

X