“Francofonia” e “Corpo Elétrico” são desataques da programação de Cinema do #EmCasaComSesc

Nesta semana, a partir de 16 de julho, o #EmCasaComSesc exibe novos filmes em seu catálogo. São eles: “Fracofonia – Louvre Sob Ocupação”, “Corpo Elétrico”, “Visages Visages” e “A Sociedade Secreta de Souptown.

O docudrama Francofonia – Louvre sob Ocupação, de Alexander Sokurov, indicado ao Leão de Ouro no Festival de Veneza de 2015. A obra que se situa entre a ficção e o documentário foi filmada no Museu do Louvre, na França, e sua trama se passa em 1940, à época da Segunda Guerra Mundial. Um filme que aborda a relação entre arte e poder e questiona o quanto a arte pode nos ensinar sobre nós mesmo, inclusive nos momentos mais sangrentos do mundo.

Outra estreia da semana é o brasileiro Corpo Elétrico, do diretor Marcelo Caetano. Um drama ficcional que conta a história de Elias, assistente da estilista Diana em uma confecção de roupa feminina. O verão está chegando e seu sonho é conhecer o mar. Na fábrica, as responsabilidades aumentam à medida em que o fim de ano se aproxima. Depois de uma noite fazendo hora extra, Elias e os operários decidem sair e tomar uma cerveja. É quando novas possibilidades de encontros surgem no horizonte de Elias.

Já o documentário franco-alemão Visages Villages, da cineasta belga Agnès Varda e do fotógrafo e artista urbano francês JR, pseudônimo de Jean Réné, e muito conhecido por suas exposições fotográficas ao ar livre promove uma experiência fotográfica e cinematográfica destes dois talentos mundialmente reconhecidos por questionarem a cultura da exibição das imagens. Juntos, eles viajam por regiões da França bem longe dos centros urbanos, com um caminhão que captura imagens de forma mágica.

E fechando a lista de estreias da semana, uma produção da Estônia, no norte da Europa. Muito mistério e fantasia em A Sociedade Secreta de Souptown, do diretor Margus Paju. Em pleno festival de verão da cidade, Mari e seus amigos notam algo estranho: todos os adultos estão agindo como crianças! Eles pedem ajuda ao avô de Mari e recebem um caderno antigo com pistas para o antídoto contra a epidemia misteriosa que está afligindo a cidade. Com apenas 48 horas para reverter a maldição e um misterioso homem mascarado em seu encalço – a Sociedade Secreta sai em sua missão mais importante.

A programação do Cinema #EmCasaComSesc contempla quatro eixos principais neste primeiro momento. A curadoria traz clássicos do cinema, seleção contemporânea internacional, cinema nacional e filmes infanto-juvenis.

Confira a programação:

Francofonia – Louvre Sob Ocupação. (Dir.: Alexander Sokurov, FRA/ALE/HOL, 2015, 88’, 10 anos). Pensando na relação entre arte e poder, o documentário filmado no Museu do Louvre questiona se a arte pode nos ensinar sobre nós mesmo, inclusive nos momentos mais sangrentos do mundo.

Corpo Elétrico. (Dir.: Marcelo Caetano, BRA, 2017, 94’, 16 anos).Depois de uma noite fazendo hora extra, Elias e os operários decidem sair e tomar uma cerveja. É quando novas possibilidades de encontros surgem no horizonte de Elias.

Faces da Vila. (Dir.: Agnés Varda e J.R, FRA/ALE, 2018, 94’, 10 anos). Uma experiência fotográfica e cinematográfica de dois talentos mundialmente reconhecidas por questionarem a cultura da exibição das imagens: Agnès Varda, cineasta, e JR, fotógrafo e criador de galerias e exposições fotográficas ao ar livre.

A Sociedade Secreta de Souptown. (Dir.: Margus Paju, EST, 2015, 105’, Livre). Em pleno festival de verão da cidade, Mari e seus amigos notam algo estranho: todos os adultos estão agindo como crianças! Eles pedem ajuda ao avô de Mari e recebem um caderno antigo com pistas para o antídoto contra a epidemia misteriosa que está afligindo a cidade.

Serviço

Toda semana, sempre a partir de quinta-feira, tem quatro novos filmes para streaming:

Site: sescsp.org.br / cinemaemcasa

Compartilhe!