O Portal da Arte Brasileira

Filme “Zimba” estreia nos cinemas em 30 de setembro

0 17

O filme “Zimba”, dirigido por Joel Pizzini, estreia em 30 de setembro nos cinemas. Zbigniew Ziembinski (1908 – 1978), o Zimba,  nasce em meio aos horrores da primeira guerra mundial. Aos 6 anos de idade assiste a uma cena que marca sua vida para sempre: na sombria mina de sal subterrânea de Wielisczka, seu pai cuidava de corpos feridos, mutilados e mortos em combate. Anos mais tarde dirige uma peça satirizando Hitler, os atores da peça são presos e Ziembinski foge para o Brasil.

 “Zimba” conta com idealização de Urszula Groska, roteiro de Joel Pizzini, Henry Grazinoli (“Um Novo Capitalismo”, “Danado de Bom”) e Reinaldo Mesquita (colaborador nas peças “Vestido de Noiva” dir. Eduardo Tolentino, “A Terra Prometida”, de Samir Yasbeck), pesquisa de imagens de Antônio Venâncio (“Dossiê Jango”, “Senna”, “Cássia Eller”,  “Chico: Artista Brasileiro”), e consultoria de Aleksandra Pluta (autora polonesa da biografiade Ziembinski). Na direção, Joel Pizzini, um dos mais premiados documentaristas brasileiros, diretor dos filmes “Mar de Fogo”, “Olho Nu”, “Mr. Sganzerla – os signos da luz”, “Anabasys, 500 Almas”, “Glauces”, “Caramujo-flor”, entre outros. Realizou recentemente o documentário “Rio da Dúvida”, (inédito no circuito) sobre a expedição Roosevelt-Rondon, exibido na Mostra Internacional de SP em 2019.

O filme aborda a trajetória artística e existencial do ator e diretor de teatro, Ziembinski, que ao denunciar o nazismo com a peça “Genebra” de Bernard Shaw é obrigado a fugir da Polônia. Após sua fuga, chega por acaso, ao Brasil onde se encontra com Nelson Rodrigues e monta “Vestido de Noiva” (1943), que revoluciona as artes cênicas no país. Narrado em primeira pessoa, a partir de vasto material de arquivo e com participações das atrizes Nathalia Timberg, Camilla Amado e Nicette Bruno, o filme recupera performances de Ziembinski no cinema, novelas e teleteatros através de um diálogo cine-teatral.

Post Patrocinado

Apelido carinhoso recebido no país que o adotou, “Zimba” celebra a arte e o ideário do primeiro encenador “brasileiro”, criador do teatro moderno e inovador da televisão latino-americana.

Serviço

Nos cinemas.

Estreia: 30/9. Quinta.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

X