O Portal da Arte Brasileira

Festival “Durante” tem inscrições abertas para performances até 7 de março

0 28

Depois de dez edições presenciais, o festival “Durante,” acontece em formato totalmente online, reunindo, além das performances, duas mesas de debate, lançamentos de livro e de álbum sonoro, entrevistas com artistas e programas em formato de podcasts. Uma convocatória pública entre os dias 22 de fevereiro e 7 de março, aberta para todo o Brasil, vai selecionar os artistas da programação de 2021. Os critérios e acesso para a inscrição estão no site do festival  e nas redes sociais do festival. A curadoria é dos artistas Paulo Nazareth, Shima e Camila Buzelin com coordenação da pesquisadora Yacy-Ara Froner.

Além dos vídeo de performances, que estarão disponíveis apenas durante o Festival, fazem parte da programação do “Durante,” duas mesas de debate; lives de entrevistas com os artistas selecionados; os lançamentos de um e-book e de um audiobook com artigos selecionados pela professora Yacy-Ara Froner, da UFMG; a estreia de um álbum do coletivo nMunDO (formado por Cesco Napoli, Camila Buzelin, Michelle Barreto e Barulhista), e quatro programas, em formato de podcast, veiculados no “Tropofonia” – programa de rádio da UFMG, comandado por Napoli, que propõe ser um programa de arte, poesia e experiências sonoras com convidados das mesas e artistas selecionados.

As inscrições acontecem de 22 de fevereiro a 7 de março, pelo site do festival – o edital completo também poderá ser acessado lá. Os selecionados devem apresentar vídeo-performances ou vídeo registro de performances já prontos (não precisam ser inéditos), com duração máxima de 15 minutos, que dialoguem de alguma maneira com o happening “Do corpo à Terra”.

Post Patrocinado

Serão escolhidos doze artistas, sendo que metade das vagas são destinadas a artistas de Minas Gerais. Haverá pagamento de R$ 1 mil, a título de cessão de uso para publicação do vídeo no site do festival, durante o período que acontece o evento.

Nesta 11ª edição, o festival “Durante,” homenageia o happening “Do corpo à terra” que foi parte, juntamente com a exposição Objeto e Participação, da Semana de Vanguarda de 1970. Considerado um emblemático ato de resistência à Ditadura, “Do Corpo à Terra” foi organizado por Mari’Stella Tristão e coordenado por Frederico Morais. As manifestações, ou situações propostas pelos artistas, ocorreram em espaços públicos significativos da cidade de Belo Horizonte. Os vídeos de performances inscritos devem, de alguma forma, dialogar com o mote do “Do corpo à Terra”. Valem trabalhos anteriores que se aproximem do evento homenageado ou trabalhos confeccionados a partir desta convocatória.

Entendendo que a arte brasileira não cabe nas narrativas que dominam a história da arte, esta convocatória tem como mote inicial a seguinte provocação: Como eu me relaciono com meu próprio corpo? Quais as implicações políticas desta relação? Em que medida o happening “Do corpo à Terra” antecipa um olhar descolonial?
Na ocasião do “Do Corpo à Terra” o corpo tropical emergia como um canal de comunicação e participação, em 2021, nessa edição do “Durante,”, a proposta é pensar a relação do corpo com a terra, evocar a memória artística das cidades e provocar esse desafio que a pandemia nos trouxe: tentar transpor a tactibilidade do corpo para o dispositivo eletrônico por meio disso que chamamos de arte.

Foto: Helena Brown.

Serviço

Inscrições: 22/2 a 7/3/21.

Link para inscrições: www.festivaldurante.com.br.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

X