O Portal da Arte Brasileira

Festival Arte Serrinha ganha mostra retrospectiva a partir de 16 de outubro

0 15

Um dos mais tradicionais eventos dedicados à arte no calendário de São Paulo completa, em 2021, duas décadas de história. Trata-se do Festival Arte Serrinha que, para celebrar esta importante marca, ganha uma exposição retrospectiva a partir do dia 16 de outubro, no Centro Cultural Carlos Gomes, em Bragança Paulista.

A mostra, com curadoria de um dos idealizadores do Festival Arte Serrinha, Fábio Delduque, tem entrada gratuita e fica em cartaz até o dia 25 de novembro. Ao todo, estarão expostas 30 obras originais de importantes artistas que marcaram a história do festival ao longo de sua trajetória, em suportes como pintura, fotografia, gravura, instalação, vídeos, além de cartazes e matérias de jornais e revistas e publicações.

A exposição está dividida em três espaços do Centro Cultural Carlos Gomes. A Sala 1 traz artistas que foram mestres na Serrinha, apresentando obras que participaram do Festival ou que são representativas das trajetórias desses grandes nomes que ajudaram a configurar a arte brasileira das últimas décadas. A Sala 2 relembra que o Festival de Arte Serrinha sempre promoveu palestras, shows e oficinas, buscando a troca de saberes e a multiplicação de agentes promotores da arte.

Post Patrocinado

Nestes espaços, o público terá a oportunidade de apreciar trabalhos de arte contemporânea de nomes expressivos como Leda Catunda, Luiz Hermano, José Spaniol, Dudi Maia Rosa, Laura Vinci, Caio Reisewitz, Luiz Braga, Ayrson Heráclito, Rochelle Costi, Gal Oppido, Rodrigo Braga, Cassio Vasconcelos, Fábio Delduque, Lucas Bambozzi, Bené Fonteles, Edith Derdyk, Rodrigo Bueno, Eduardo Sur e Coletivo Bijari.

É importante ressaltar que também artistas bragantinos e alunos que hoje possuem carreiras encaminhadas tiveram o festival como importante marco em seu aprendizado: Bia Raposo, Matias Spacial, Shel Almeida, André Pitombo, Fernanda Zerbini, Manu Romeiro e também o grande mestre Hilton Mercadante que, como professor de arte e desenhista de histórias em quadrinhos, inspirou gerações de jovens artistas bragantinos.

Foto: Carol Quintanilha.

Serviço

Local: Centro Cultural Carlos Gomes – Rua Conselheiro Rodrigues Alves, 251 – Centro – Bragança Paulista.

Abertura: 16/10. Sábado, 15h.

Visitação: 16/10 a 25/11. Segundas a domingos, 10h às 17h.

Ingressos: Grátis.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

X