Exposição virtual “Palavras Cruzadas” propõe reflexões sobre preconceitos

A partir de 13 de julho o Sesc Vila Mariana disponibiliza nas redes sociais a exposição virtual “Palavras Cruzadas: Lugares de Fala Contemporâneos”, mostra que tomou parte da unidade em setembro de 2018. A ação traz depoimentos de doze convidadxs envolvidxs em causas sociais diversas e urgentes, dando visibilidade e ressaltando o lugar de fala dxs representantes na luta contra preconceitos.

A exposição será realizada a partir de uma série de postagens semanais no Facebook e Instagram da unidade, além da criação de uma playlist no canal da unidade no Youtube.

Nas últimas décadas, intensas reconfigurações das relações sociais no Brasil vêm legitimando lugares de fala e protagonismos diversos e entrecruzados: raciais, sexuais, de gênero e de outras expressões. São vozes não de minorias, mas de grupos minorizados. Vozes empoderadas pela coletividade, com capacidade de transformar lugares de saber e poder no mundo contemporâneo. Nesse contexto, a exposição virtual “Palavras Cruzadas: Lugares de Fala Contemporâneos” surge da necessidade artística de oferecer um ambiente propício para debater estes temas e de fomentar um diálogo entre público e movimentos sociais, por meio do ambiente virtual.

Vozes

Doze protagonistas, das mais variadas vertentes sociais, ocupam os lugares de fala: Movimento Indígena com David Karai, Movimento Quilombola com TC Silva, Movimento Sem Teto com Carmen Silva, Mães de Maio com Débora Silva, pessoas em situação prisional com Dexter, Movimento das Prostitutas com Lourdes Barreto, Movimento Trans com Amara Moira, Cultura Surda com Edinho Santos, Movimento Secundarista com Marcela Jesus, Feminismo Negro com Juliana Borges, Movimento LGBTs com Jéssica Tauane e Imigrantes com Shambuyi Wetu.

Ficha Técnica

Curadoria: Daniel Lima, Élida Lima e Felipe Teixeira.

Colaboração: LabArteMidia  – ECA – USP.

Foto: Zeca Caldeira

Serviço

Exibição: A partir de 13 de julho.

Classificação: Livre.

Confira nas Redes Sociais

Compartilhe!