A exposição “Clécio Penedo: És Tupi do Brasil” faz homenagem ao artista a partir de 24 de outubro no Museu Nacional de Belas Artes. A mostra reúne 60 obras. Nesta homenagem a Clécio Penedo (1934-2004), o público vai poder descortinar obras que representam três décadas de sua produção, abrangendo trabalhos dos anos 1970 até os anos 2000. Durante a mostra estão previstas apresentações artísticas, capacitação pedagógica, visita mediada e mesa-redonda.

Pintor, gravador e desenhista, o mineiro Clécio Penedo frequentou de 1954 a 1956,  a Escola Nacional de Belas Artes/ENBA, que funcionava no mesmo prédio do Museu Nacional de Belas Artes.  A partir da década de 70, desenvolve diversos trabalhos no Centro de Pesquisa de Arte, sob a orientação de Ivan Serpa e de Bruno Tausz, tendo sido aluno dos cursos de gravura em metal e desenho com Eduardo Sued e Aluízio Carvão, no MAM/RJ. Entre seus trabalhos de destaque está o painel “Brasil Colonização e Independência” (1987), que se encontra no acervo do Museu Histórico Nacional.

Serviço

Local: Museu Nacional de Belas Artes – Avenida Rio Branco, 199 – Cinelândia – Rio de Janeiro.

Período expositivo: 24/10 a 15/12. Terça a sexta, 10h às 18h. Sábados, domingos e feriados, 13h às 18h.

Ingressos: R$ 8,00 (inteira) e R$ 4,00 (Meia-entrada).

Compartilhe!