[Exposição] Pinacoteca apresenta, até 30 de setembro, mostra “Grada Kilomba: Desobediências Poéticas”

[Exposição] Pinacoteca apresenta, até 30 de setembro, mostra “Grada Kilomba: Desobediências Poéticas”

A Pinacoteca de São Paulo apresenta, até 30 de setembro, a exposição “Grada Kilomba: Desobediências Poéticas”, primeira exposição individual no Brasil da artista portuguesa. Com curadoria de Jochen Volz e Valéria Piccoli, diretor geral e curadora-chefe do museu, respectivamente, a mostra apresenta quatro trabalhos da artista, de forte tom político e comprometido com as perspectivas das narrativas pós-coloniais. O conjunto propõe uma espécie de restituição do lugar das vozes daqueles que foram silenciados ao longo da história.

A artista interdisciplinar Grada Kilomba nasceu em Lisboa, em 1968, com raízes em São Tomé e Príncipe, Angola e Portugal. Atualmente vivendo e trabalhando em Berlim, sua obra tem sido apresentada nas principais exposições e instituições pelo mundo, incluindo a 32ª Bienal de São Paulo. Doutora em Filosofia pela Freie Universität Berlin, 2008, desde 2004 tem lecionado em várias universidades internacionais, como a Humboldt Universität Berlin, onde foi Professora Associada no Departamento de Gênero. Desde 2015, vem colaborando com o Maxim Gorki Theatre, em Berlim.

Conhecida por sua escrita subversiva e pelo uso não convencional de práticas artísticas, Kilomba cria intencionalmente um espaço híbrido entre as linguagens acadêmica e artística, dando corpo, voz e imagem a seus próprios textos por meio de leitura cênica, performance, instalação e vídeo.

Serviço

Local: Pinacoteca – Praça da Luz, s/n, – Luz – São Paulo.

Período expositivo: até 30/9. Quarta a segunda, 10h às 17h30.

Ingressos: R$ 10,00 (entrada) e R$ 5,00 (meia-entrada).

Sem comentários

Insira um Comentário