De 8 de junho a 18 de agosto, o MuBE apresentará a mostra “Construções e Geometrias”, um recorte da coleção de Dulce e João Carlos de Figueiredo Ferraz. A exposição faz parte da série “Coleções no MuBE”, que tem como objetivo revelar a construção do olhar do colecionador, aproximando o grande público de acervos particulares importantes e pouco conhecidos na cidade. A curadoria é de Cauê Alves.
Com trabalhos dos principais artistas contemporâneos brasileiros, a Coleção Figueiredo Ferraz tem se estabelecido de forma orgânica e engajada. A seleção de obras apresentadas em Construções e Geometrias, que tem curadoria de Cauê Alves, inclui artistas como Adriana Varejão, Artur Lescher, Carlos Garaicoa, Carmela Gross, Cildo Meireles, Edgard de Souza, Ernesto Neto, Nelson Leirner, Laura Vinci, Nuno Ramos, Waltércio Caldas, entre outros.
Para reconhecer a importância dos acervos particulares e valorizar o trabalho de colecionadores em favor da difusão da arte, essencial para o desenvolvimento deste mercado, o MuBE acaba de criar o Prêmio MuBE Colecionismo e Apoio à Arte, cuja primeira edição será dedicada a João Carlos de Figueiredo Ferraz. Com uma escultura especialmente concebida por Paulo Mendes da Rocha, o prêmio será entregue na sexta, 7 de junho, durante uma festa beneficente no Museu, que tem como objetivo trazer a sociedade para participar e apoiar o MuBE, as artes e a cultura.
Serviço
Local: MuBe – Museu Brasileiro da Escultura e Ecologia – Rua Alemanha, 221 – Jardim Europa –  São Paulo.
Visitação: 8/6 a 18/8. Terça a domingo, 10h às 18h.
Ingressos: Grátis.
Compartilhe!