[Exposição] Mostra “Lado B: O Disco de Vinil na Arte Contemporânea Brasileira” entra em cartaz no Sesc Belenzinho em 25 de abril

[Exposição] Mostra “Lado B: O Disco de Vinil na Arte Contemporânea Brasileira” entra em cartaz no Sesc Belenzinho em 25 de abril

Tem início dia 25 de abril, no Sesc Belenzinho, a mostra “Lado B: O disco de vinil na arte contemporânea brasileira”. Com curadoria de Chico Dub e coordenação geral de Luiza Mello, a exposição coletiva reúne 61 obras de mais de 30 artistas visuais e sonoros do país, mostrando toda uma ampla gama de usos do disco de vinil enquanto material estético de intervenção sonora, física, conceitual, ritualística e poética – em muitos casos ressignificando as formas e funções originais dos long plays e objetos de seu universo. Com entrada gratuita, a mostra fica em cartaz até 30 de junho de 2019.

O visitante encontra em todo o espaço expositivo do Sesc Belenzinho instalações sonoras e interativas, pinturas, esculturas, discos conceituais, vídeos, fotografias, manipulações sônicas e objetos-instrumentos que abordam todas essas questões. As obras de Thomas Jeferson e Xico Chaves, por exemplo, criticam a obsolescência dos bens de consumo duráveis. O trabalho de Chiara Banfi, que apresenta as séries Discos Vazios (2013-2014), Aquele Disco (2018) e Capas (2018), lança uma perspectiva crítica sobre os novos tempos digitais e aponta para a perda do ritual entre corpo (audição) e som.

A exposição também apresenta comentários políticos (presentes nos trabalhos de Fabio Morais, Pontogor, Romy Pocztaruk e Hugo Frasa), gambiarras tecnológicas (nas vitrolas preparadas pela dupla O Grivo e na foto de Cao Guimarães), reflexões sobre a morte (na instalação de Gustavo Torres), o orgulho da propriedade e o disco como retrato da individualidade (na obra de Felipe Barbosa).

Serviço

Local: Sesc Belenzinho – Rua Padre Adelino, 1000 – Belém – São Paulo.

Visitação: 26/4 a 30/6. Terça a sábado, 10h às 21h. Domingos e feriados, 10h às 19h30.

Ingressos: Grátis.

Informações: (11) 2076-9700.

Sem comentários

Insira um Comentário