A mostra coletiva “Fragmentária” segue em cartaz na Lona Galeria até 30 de novembro. Os artistas visuais Gabriel Torggler, Neiliane Araujo e Ramo Negro apresentam a exposição, que tem a curadoria de Duilio Ferronato. Os trabalhos celebram a produção dos três artistas visuais que trabalham com coleta de material, seja reciclado, comprado ou retirado de outros contextos e anexados com cola, pregos, tinta, costura ou fita adesiva. A fragmentação para gerar um novo pedaço interessa como processo de pesquisa.

Gabriel Torggler desenvolve sua pesquisa poética pautada no desenho e gravura em metal,  utilizando linhas e tramas para construções que se organizam  em emaranhados. Neiliane Araújo  realiza intervenções sobre papéis que já contêm informações impressas e sobre materiais que seriam descartados, uma vez que a artista assumiu o compromisso de criar com os recursos que se apresentam ao seu redor no intuito de transformá-los e ressignificá-los. Ramo Negro – que pesquisa as relações entre o Corpo, o Templo e o Espaço, transita entre o Afrofuturismo (cosmovisão estética), graffiti legal/ilegal, produção cultural, curadoria institucional, formação de educadores, produção multimédia, mediação extra institucional, cenografia e design.

Serviço

Local: Lona Galeria – Rua Brigadeiro Galvão, 990 Barra Funda – São Paulo.

Visitação: Até 30/11. Quarta a sábado, 13h às 17h.

Ingressos: Grátis.

Compartilhe!