A artista paulistana Edith Derdyk inaugura a mostra “Protolivro” em 3 de agosto na Casa de Cultura do Parque. O neologismo que dá título à exposição evoca a ideia de primeiro, de matriz, do livro que é anterior aos demais. E é este o ponto de partida para os estudos de Derdyk em torno do imaginário que cerca as origens do livro, manuscrito ou impresso, em seu percurso no tempo.

A mostra, que tem texto de apresentação do artista Fabio Morais, ocupa as duas salas do espaço expositivo da Casa de Cultura do Parque. É um convite de Derdyk a uma experiência imersiva, cuja ideia é oferecer ao visitante a possibilidade de adentrar nas páginas de um grande livro aberto. Através do desmembramento de cada parte – capa, contracapa, orelha, miolo, folha, página, índice, costura, vinco, furo, dobra e cola -, a exposição contempla a sintaxe, a gramática, a arquitetura do livro e suas temporalidades.

Serviço

Local: Casa de Cultura do Parque – Avenida  Prof. Fonseca Rodrigues, 1300 – Alto de Pinheiros – São Paulo.

Visitação: 3/8 a 13/9. Quarta a sexta, 11h às 19h. Sábados e domingos, 10h às 18h.

Ingressos: Grátis.

Compartilhe!