Galeria Leme apresenta a exposição coletiva , com curadoria de Catarina Duncan.

Direcionada por uma pesquisa em torno do uso de símbolos como ferramentas de linguagem, a mostra apresenta obras de dezessete artistas para construir um campo imaginário onde símbolos se sobrepõem à palavra escrita para comunicar tanto questões políticas quanto as relações entre o ser humano, o oculto e o desconhecido.

O título da exposição  remete ao símbolo utilizado para identificar o Sol, que em muitas culturas é compreendido como o indefinível ou a manifestação do divino. Seu simbolismo é tão diversificado quanto as contradições de interpretação do Sol-fonte de luz que além de vivificar, torna as coisas perceptíveis, contendo sempre algo que não pode ser explicado pelas vias da razão.

 é também um círculo e um ponto, com propriedades simbólicas de perfeição, homogeneidade e indivisibilidade, posto que não tem começo e nem fim, o que o aproxima do conceito de tempo circular. O objetivo é ter a circulação do simbólico como uma proposta de reorganização estrutural e temporal.

(Crédito: Divulgação: Abdias do Nascimento / Quilombismo)

Uma das principais fontes de pesquisa para a exposição foi a obra do artista plástico e ativista Abdias Nascimento, presente com a obra ‘Quilombismo (Exu e Ogum)’ (1980), pintura cujo fundo é dividido em verde e vermelho, as mesmas da bandeira pan-africanista, ícone do movimento intelectual que reforça os laços de todos os povos da Diáspora Africana.

Sobreposto a essas cores estão os instrumentos dos orixás Exu e Ogum, unindo os princípios da comunicação, da contradição e da dialética (Exu) com os da inovação tecnológica e dos compromissos de luta (Ogum).

O titulo remete a um projeto politico de reorganização governamental antirracista, capitalista e neocolonial. Essa obra resume o encontro de símbolos religiosos e políticos, traçando um manifesto por vias simbólicas.

  • Galeria Leme – Av. Valdemar Ferreira, 130 – Butantã, São Paulo
    (11) 3093-8184
    + Ver mapa
  • 06/10/2018 a 03/11/2018
  • Terça a Sexta, 10h às 19hs. Sábado,10h às 17h.
  • Gratuito.
Compartilhe!