A Caixa Cultural São Paulo recebe a mostra “Pirajá”, de Renato Morcatti , com início dia 27 de agosto. A exposição é formada por um conjunto de objetos cerâmicos de pequenos formatos realizados em três técnicas distintas – o entalhe, a modelagem e a fundição –, queimadas na técnica Bizen.

Acostumado a criar com materiais diversos, entre eles madeira, argila, cimento, aço, Renato Morcatti incluiu a cerâmica em seu repertório escultórico nos últimos três anos, um tanto instigado pelo desafio que surgiu de conversas com a ceramista Erli Fantini.

Pirajá é justamente o resultado dessa incursão pela técnica da cerâmica. A mostra é composta pelas séries “Entre”, “Nós”, “Segredos” e “O Guardião”. Cada uma delas é feita de múltiplas pequenas peças que, dispostas em conjunto, alcançam a intenção do discurso do artista. O conceito de partes que formam o todo é fixado pelo título da mostra: Pirajá, do tupi, nasce da junção dos termos pira (peixes) e já (repleto), e é descrito como “lugar onde se coloca os peixes para serem tratados” ou “o que está repleto de peixes.

Serviço

Local: Caixa Cultural São Paulo – Praça da Sé, 111 – Centro – São Paulo.

Visitação: 27/8 a 3/11. Terça a Domingo, 9h às 19h.

Ingressos: Grátis.

Informações: (11) 3321-4400.

Compartilhe!