[Exposição] 100 anos de Athos Bulcão acontece no CCBB

[Exposição] 100 anos de Athos Bulcão acontece no CCBB

Centro Cultural Banco do Brasil recebe a exposição “100 anos de Athos Bulcão” e fica em cartaz até 15 de outubro.  A exposição, com curadoria de Marília Panitz e André Severo, oferece ao espectador a possibilidade de conhecer o seu especial processo de produção, com a exibição de mais de 300 trabalhos, alguns dos quais inéditos, realizados entre os anos 1940 e 2005.

Dividida em núcleos, “100 anos de Athos Bulcão” vai além da arte da azulejaria: destaca também a pintura figurativa do artista realizada nos anos 1940 e 1950, antes de Brasília. – A série dos carnavais e sua relação com a pintura sacra é extraordinária – afirma Marília Panitz, ao destacar que Athos Bulcão utilizou uma mesma estrutura composicional para trabalhos sacros e profanos, citando como exemplo A Vida de Nossa Senhora, que está na Catedral do Distrito Federal.

Obra que faz parte da exposição “100 Anos de Athos Bulcão” (Créditos: Divulgação)

 

A mostra contém ainda os croquis que Athos Bulcão fez para o grupo de teatro O Tablado, do Rio de Janeiro, os figurinos das óperas Amahl e Os Visitantes da Noite de Menotti, paramentos litúrgicos modernistas, grande acervo de seu trabalho gráfico e até os lenços que desenhou quando estava em Paris. No Estado de São Paulo, outro trabalho público se destaca: o relevo em madeira pintada no foyer do Teatro de Araras, em 1991.

Outro aspecto relevante da exposição é a interatividade, desenvolvida a partir do caráter urbano e democrático da obra pública de Athos Bulcão inserida nas cidades. Através de um aplicativo criado especialmente para a mostra, o público será convidado a interagir e apropriar-se de projetos do artista.

 

  • Centro Cultural Banco do Brasil – São Paulo – Rua Álvares Penteado, 112 – Centro, São Paulo
    (11) 3113-3651 / (11) 3113-3652
    + Ver mapa
  • 01/08/2018 a 15/10/2018
  • Quarta a Segunda, das 9h às 21h
  • Gratuito.
Sem comentários

Insira um Comentário

#SIGA-NOS Instagram