No dia 21 de março, quinta-feira, o IMS Rio promove uma conversa sobre a obra de Carolina Maria de Jesus (1914-1977), escritora mineira que retratou a condição da mulher negra nas periferias do país. O evento celebra o aniversário da autora, que completaria 105 anos em 2019. A conversa contará com a presença de Ayana Dias, pesquisadora da produção da autora, de Sergio da Silva Barcellos, doutor em literatura pela PUC-Rio, e do professor Osmar Filho, coordenador do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas do Colégio Pedro II. O debate é gratuito, com distribuição de senhas 30 minutos antes.

Durante a conversa, os participantes retomarão aspectos da vida e obra da autora, trazendo à tona discussões atuais da sociedade brasileira sobre temas como raça e gênero. Mulher, negra e mãe solteira, Carolina de Jesus trabalhou como catadora de lixo para sustentar sua família, escrevendo nas horas vagas. Em 1960, tornou-se conhecida após a publicação do livro Quarto de despejo: diário de uma favelada. Com o sucesso da estreia, passou a frequentar os altos círculos sociais da cidade e ganhou algum dinheiro. A partir do segundo livro, Casa de alvenaria, voltou, contudo, ao ostracismo.

Parte do acervo de Carolina de Jesus está sob a guarda do Instituto Moreira Salles desde 2006, sendo formado por dois cadernos manuscritos – Um Brasil para os brasileiros: contos e poemas, e outra coletânea do mesmo gênero, sem título.

Serviço:

Data: 21 de março. Quinta, 19h.

Ingressos: Grátis. Senhas 30 min. antes.

Local: IMS Rio. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea – Rio de Janeiro.

Informações: (21) 3284-7400.

Compartilhe!