O Itaú Cultural realiza uma programação especial para celebrar o Setembro Azul, voltado para o universo das pessoas surdas. As atividades acontecem entre os dias 18 e 22. As ações da instituição terão início com debate “Arte e surdez: produção de artistas surdos”, com a multiartista Fernanda Machado, o grafiteiro Odrus e a poeta e atriz Catharine Moreira. Eles apresentam seus trabalhos artísticos, ressaltando os desafios e as oportunidades do caminho da arte para um artista surdo no Brasil.

Em paralelo, no mesmo horário, Conversas sobre Surdez, o educador do Itaú Cultural, Edinho Santos, percorre os espaços do instituto convidando o público para uma conversa aberta sobre a condição de não ouvinte. Esta intervenção acontece todos os dias dentro desta programação, em diferentes horários (veja abaixo). Finalizando o segundo dia do Setembro Azul, o ator Igor Rocha apresenta as trapalhadas do Palhaço Surddy, na Sala Multiuso. Na sequência, o artista bate um papo com o público sobre seu processo criativo.

A quinta-feira, é iniciada com Conversas sobre Surdez, às 18h. Em seguida, o músico Paulo Neto lança o novo vídeo clipe, Casa Caiada, coreografado e interpretado na Língua Brasileira de Sinais (Libras) e realiza um debate sobre o seu processo de criação neste trabalho, destacando os possíveis horizontes sobre a acessibilidade da música para a população surda. Ao final, Neto ainda faz um pocket show com as canções do seu disco autoral Rosário de Balas, acompanhado por Guilherme Kafé, na guitarra e violão, e Thomas Rohrer, na rabeca e flauta.

Foto: Diego Rodrigues.

Serviço

Local: Itaú Cultural – Avenida Paulista, 149 – Bela Vista – São Paulo.

Data: 18 a 22/9. Programação completa em www.itaucultural.org.br.

Ingressos: Grátis.

Compartilhe!