[Evento] Até dia 1º de dezembro, Teatro Oficina será ocupado com o “Projeto Tropicália – Marginália III”

[Evento] Até dia 1º de dezembro, Teatro Oficina será ocupado com o “Projeto Tropicália – Marginália III”

Até o dia 1º de dezembro, o Teatro Oficina será ocupado com o “Projeto Tropicália – Marginália III”.  A iniciativa é composta pela estreia do espetáculo “Brazyl: Poema Anarco-Trocipalista”, primeira peça de teatro escrita e dirigida por José Walter Lima, cineasta e artista plástico soteropolitano e por uma seleção de dez filmes que serão exibidos antes dos espetáculos.

A mostra de filmes que antecede a peça tem curadoria da cineasta Tamy Marraccini e incluem obras como Cabeças Cortadas, de Glauber Rocha; Rogério Duarte, O Tropikaolista, do próprio José Walter Lima, e O Homem do Pau Brasil, de Joaquim Pedro Andrade. Ao todo, serão exibidos dez longas-metragens ao longo das sessões que acontecem entre quinta e sábado, com entrada gratuita – A relação completa segue abaixo.

O elenco divide-se em dezenas de personagens ao longo de 28 esquetes. Segundo o diretor, a proposta cênica segue a tradição da linha evolutiva do teatro brasileiro. “É um teatro de revista anárquico-épico-barroco”, brinca Walter, sugerindo que Brazyl: Poema Anarco-Tropicalista tem como um dos princípios o flerte com a antropofagia, conceito da arte moderna que propunha um modo de criação artística genuinamente nacional, desprendendo-se assim da influência única das vanguardas europeias.

Foto: Eduardo Petrini.

Serviço

Local: Teatro Oficina – Rua Jaceguai, 520 – Bela Vista – São Paulo.

Data: Até 1/12. Quintas a sábados, 21h. Domingos, 20h.

Ingressos: R$ 40,00 (inteira), R$ 20,00 (meia-entrada) e R$ 15,00 (moradores do Bairro).

Classificação: 16 anos.

Informações: (11) 3106-2818.

Sem comentários

Insira um Comentário